PRF/AL quintuplica a apreensão de drogas no primeiro semestre de 2020

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Alagoas fechou o primeiro semestre de 2020 com um relevante aumento na apreensão de drogas. Comparando ao mesmo período do ano passado, o órgão conseguiu elevar em 5x a apreensão de drogas que circulavam pelas rodovias federais que cortam o estado. Drogas como maconha, cocaína, skunk, anfetamina, haxixe e crack foram encontradas nas fiscalizações dos PRFs. Além disso, a regional fechou o balanço dos seis primeiros meses do ano com outros dados positivos. Houve redução em todos os índices de violência no trânsito, aumento do número de detidos e diminuição no número de roubos ocorridos nas BRs de Alagoas.

APREENSÃO DE DROGAS

Mesmo com a redução no fluxo de veículos devido às medidas de combate ao novo coronavírus, a PRF/AL traçou estratégias a fim de não deixar as rotas livres para os traficantes de drogas. O reforço no policiamento em trechos específicos das rodovias federais que cortam o estado e o trabalho policial orientado pelo serviço de inteligência do órgão fez com que a maneira de trabalhar dos agentes mudasse. Ao invés de fazer abordagens aleatórias, eles foram direcionados a realizar determinadas fiscalizações, conseguindo assim aumentar o número de apreensões.

A primeira grande ocorrência do ano se deu em fevereiro, na BR 423, em Canapi, quando PRFs abordaram uma carreta com 560 quilos de cocaína. Essa foi a segunda maior apreensão da droga ocorrida em Alagoas.

Em maio e junho, a PRF/AL também fez apreensões de drogas que repercutiram na imprensa da região. Trabalhos conjuntos com a DNARC da Polícia Civil de Alagoas, assim como as Operações Tamoio I e II – realizadas em todo o Brasil pela instituição – foram fundamentais nos trabalhos desse bimestre.

Ao todo 212.570g de maconha, 561.110g de cocaína, 27.000g de skunk, 100g de crack e 200g de haxixe foram apreendidos pelo órgão nesse semestre.

INTELIGÊNCIA CONTRA O CRIME

O Serviço de Inteligência da PRF tem sido uma ferramenta indispensável no combate ao crime em Alagoas. Ele tem auxiliado os policiais a recuperar veículos, a apreender cigarros contrabandeados e a descobrir mais drogas em suas abordagens.

No mês de março, a PRF/AL conseguiu retirar de circulação mais de 120 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai.

O objetivo é continuar intensificando o policiamento orientado pela inteligência para proporcionar um enfrentamento qualificado à criminalidade.

Podemos destacar também que nesse período a PRF prendeu 200 pessoas por cometerem crimes na circunscrição do órgão, 38 a mais que o mesmo período do ano passado. A intensificação do policiamento também reduziu os casos de roubos nas BRs do estado. No primeiro semestre de 2019 foram registrados 74 casos, enquanto em 2020 houve registro de 34, ocasionando uma redução de 46%.




Botão Voltar ao topo
Fechar