Presos não têm envolvimento com morte de mototaxista em Teotônio Vilela

A Polícia Civil, por meio do delegado Arthur César, do 79º Distrito Policial (DP) de Teotonio Vilela, informou na manhã desta quinta-feira (8) que as pessoas presas nesta terça-feira (6) não têm nenhum envolvimento com a morte do mototaxista José Adão Gomes dos Santos, de 48 anos, crime ocorrido no município.

O esclarecimento foi dado em virtude do fato de que quando os policiais chegaram para dar cumprimento ao mandado de prisão de um acusado por poutro homicídio, onde poderia estar o autor do crime, foi descoberta uma boca-de-fumo e presas três pessoas e apreendida uma menor. No local foi encontrada a motocicleta pertencente ao mototaxista assassinado, mas os presos não têm nada haver com a morte de José Adão.

“As quatro pessoas que foram detidas, entre elas, uma menor, estão envolvidas com drogas e não com o assassinato do José Adão”, esclareceu o delegado.

O titular do 79º DP disse ainda que a pessoa que participou do latrocínio que vitimou o mototaxista José Adão, não foi localizada e segue foragida, e que as diligências continuam no sentido de prendê-la o mais rápido possível.




Botão Voltar ao topo