PREMIAÇÃO! Cultura divulga o resultado final dos editais da Lei Aldir Blanc em Alagoas

Confira os selecionados nos editais Vera Arruda, Dinho Oliveira, Zailton Sarmento, Elinaldo Barros e Eric Valdo

O Governo de Alagoas, através da Secretaria de Estado da Cultura, divulgou no site do órgão desta segunda-feira (28) o resultado final dos últimos 5 editais da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. A publicação dos selecionados nos editais Vera Arruda, Dinho Oliveira, Zailton Sarmento, Elinaldo Barros e Eric Valdo pode ser conferida neste link.

De acordo com os certames, no que se refere a distribuição territorial e a reserva de 50% das vagas para cotas, foram “destinados a povos e comunidades tradicionais (afrodescendentes, povos indígenas, povos ciganos e outros), minorias (comunidade LGBTQIA+, pessoa com deficiência) e projetos que sejam liderados por mulheres”, e definidas vagas para região metropolitana e para demais regiões: Agreste; Alto Sertão; Baixo São Francisco; Médio Sertão; Norte; Planalto da Borborema; Serrana dos Quilombos; e Tabuleiros do Sul.

Para o edital Elinaldo Barros, foram distribuídos até 158 prêmios para o segmento audiovisual, com valor total de R$ 3.340.000,00, divididos em 8 faixas: filmes de quarentena, licenciamento de filmes, filme de baixo orçamento, festivais de pequeno, médio e grande porte, e desenvolvimento de projetos de curta e longa-metragem. No Dinho Oliveira, foram distribuídos até 98 prêmios, com valor total de R$ 6.250.000, destinados a projetos culturais que apresentaram propostas à realização de mostras, festivais, mercados, premiações, feiras, festas populares/tradicionais, podcasts, “drive- in” e/ou online, etc., para 4 faixas: grande, médio, pequeno e micro porte.

Já no edital Vera Arruda, foram distribuídos até 105 prêmios, com valor total de R$ 2.790.000,00, voltado para Artes Visuais, Fotografia, Design, Moda e Cultura Digital em 4 faixas: desenvolvimento de uma plataforma de vendas virtuais de obras alagoanas, projetos para exposições, feiras de artes, desfiles de moda, encontros de arte digital, dentre outros, novas iniciativas de produções e ocupação de faixa da intervenção urbana em vias públicas.

Para o certame Zailton Sarmento foram distribuídos até 395 prêmios para a produção musical, com valor total de R$ 7.334.000,00, para 7 faixas: gravação de CDs promocionais, gravação de CDs de carreira, gravação de DVDs, iniciativas de oficinas onlin para gravação de projetos de composição e arranjo, singles e videoclipe musical, podcast, pesquisa, canal do Youtube, website, programas de TV e outros conteúdos midiáticos, festivais de música, show e lives musicais.

E, finalizando, no edital Eric Valdo, para seleção de propostas e concessão de prêmios a artistas e coletivos segmento de artes cênicas (Teatro, Dança, Circo e Ópera), foram distribuídos 139 prêmios, com valor total de R$ 3.330.000,00, em 5 faixas: montagem de espetáculos inéditos, projetos de conteúdos virtuais, novas dramaturgias (textos autorais), a festivais de Teatro, e ações nos espaços públicos e itinerantes, ações na rua e de intervenção.

A Lei Federal 14.017, de 29 de junho deste ano, estabelece ações ao setor cultural como medida de enfrentamento à pandemia pela Covid-19. Ao todo, Alagoas realizou 17 certames, com um investimento total de R$ 33 milhões em diversos segmentos culturais: música, artesanato, literatura, cultura e manifestação popular, projetos culturais, pontos, coletivos e espaços culturais, artes visual e digital, artes cênicas, patrimônio e audiovisual. Foram mais de 1.800 premiações, beneficiando grupos, artistas individuais e produções culturais.




Botão Voltar ao topo