Prefeitura de Maceió retoma atividades de limpeza do Campus A.C. Simões

A gestão do prefeito de Maceió, João Henrique Caldas, JHC, está cumprindo o acordo com a Universidade Federal de Alagoas, no sentido de colaborar com a manutenção e a limpeza do Campus A.C. Simões, o que não vinha acontecendo nos últimos anos. Desde o mês de maio de maio a Prefeitura tem disponibilizado equipe para fazer a capinagem da vegetação em alguns trechos e, semana passada, foi iniciada a limpeza do canal de drenagem de águas pluviais que coleta a água das bacias da região do entorno do campus

De acordo com o superintendente de Infraestrutura, Felipe Paes, essa ação é essencial para evitar alagamentos no período de chuva que se aproxima. “A gestão da Ufal tem mantido contato permanente e solicitado à Prefeitura, que nos tem atendido de forma satisfatória”, revelou.

Paes lembra que nos últimos anos a Prefeitura de Maceió não vinha honrando o compromisso firmado com a Universidade em sua totalidade. “A Prefeitura estava atuando apenas de forma pontual, ficando a cargo da Ufal assumir algumas obrigações que são da Prefeitura, por que é a contrapartida pela cessão de terreno no Campus A.C. Simões. Diante do cenário de cortes orçamentário que as Ifes têm enfrentado nos últimos meses, a necessidade que a Prefeitura honre as obrigações assumidas na cláusula quarta da Cessão Onerosa se tornou premente”, esclareceu.

O superintendente se refere à formalização, há 15 anos, de Termo de Cessão Onerosa de uso de bens imóveis nº 001/2006 com prazo de vigência de 20 anos, no qual a Ufal cedeu o uso de uma área de 200 mil m², situada nos fundos no Campus A.C. Simões, para construção da Vila Olímpica, Sesc Leitura e uma Escola de Ensino Fundamental para atender à comunidade do entorno da Universidade, além de ponto de ônibus e posto de segurança. “Como contrapartida, a Prefeitura assumiu algumas obrigações, como manter os imóveis objeto da cessão onerosa em perfeito estado de conservação, pavimentar algumas ruas do campus da Ufal, instalar iluminação pública e realizar a sua manutenção mensal, fazer a poda anual das árvores e da vegetação do Campus A.C. Simões, proceder à limpeza mensal das vias, parques e estacionamentos, entre outras”, revelou

Diante dos cortes no orçamento que a instituição vem sofrendo, a gestão da Ufal se viu impossibilitada de contratar alguns serviços que geram despesas mensais consideráveis. “Para atender às demandas que são constantes, estamos buscando estreitar a comunicação com a Prefeitura de Maceió, além de formalizar acordos de cooperação com outros órgãos públicos, como por exemplo, com o sistema prisional que sinalizou positivamente no sentido de firmar uma parceria com a Ufal para realização dos serviços de capinagem e poda de árvores no Campus A.C. Simões com o apoio da Sinfra”, revelou.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo