Possível entrada de Fernando Collor na disputa ao governo aterroriza Renan Filho

O senador Fernando Collor (PTC), que ainda nem se pronunciou sobre possível disputa ao governo do Estado, já provoca medo no governador Renan Filho (MDB), que luta pela reeleição. A Família Calheiros sabe do apelo popular que Collor tem em Alagoas, principalmente no interior do estado.

Renan pai e Renanzinho se reuniram na sexta-feira, 3, com lideranças partidárias em Arapiraca, um terreno de tucanos. Na cerimônia, Filho deixou sua opinião sobre o possível rival. “Não devemos entregar Alagoas a contador de histórias que faz falsas promessas”, se referindo a Fernando Collor, veladamente.

A atitude do governador mostra a preocupação de enfrentar o ex-presidente do país, uma vez que já dava como certo a sua reeleição em outubro. A indireta de Renan Filho é um presságio. Caso Collor realmente entre na disputa, a campanha eleitoral vai sair de fria para ponto de ebulição.

“Será guerra”, como já dizem nos bastidores. Como publicado no editorial do A Notícia neste sábado, “Collor tem carisma com a população. Recebe todos com sorrisos e abraços. Renan Filho tem ao seu lado números e cálculos que mostram o avanço do estado, no entanto, não é de muita simpatia. É o tipo de político que o povo não se sente atraído”.

De acordo com o que já foi veiculado na imprensa nesta semana, os senadores Fernando Collor e Renan Calheiros tiveram uma conversa com desfecho desagradável. Collor teria pedido a vaga de vice de Renan Filho para se manter aliado. E a proposta não avançou. O resultado é que Collor realmente vai para oposição. Só resta saber quando.

Com A Notícia


Botão Voltar ao topo
Fechar