Pós-pago e banda larga lideraram reclamações na Anatel em 2020

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) divulgou nesta quarta-feira (27) o balanço de reclamações em 2020. Segundo a autarquia, foram recebidas 2,96 milhões de queixas ao longo do ano passado em seus canais de atendimento, quantidade 0,5% menor do que a registrada em 2019.

Deste total, 964,6 mil foram referentes aos planos de celular pós-pagos comercializados pelas operadoras, que lideraram o ranking de reclamações da Anatel em 2020 mesmo apresentando uma queda de 7,56% em relação às queixas de 2019, quando também estiveram na ponta.

Com 764 mil registros nos últimos 12 meses, 31,58% a mais do que no ano anterior, a banda larga fixa aparece em segundo lugar. De acordo com a agência reguladora, as muitas reclamações sobre qualidade e funcionamento, principalmente após as medidas de isolamento para evitar a disseminação da covid-19, contribuíram para o desempenho negativo do serviço.

Os dados do Panorama de Reclamações 2020 mostram que os clientes da TIM e da Claro foram os que mais se queixaram dos planos pós-pagos, com 281 mil e 260 mil anotações, respectivamente. Já quanto à banda larga, os assinantes da Claro (247 mil) e da Vivo (186 mil) lideraram o ranking.

Telefonia fixa, pré-pago e TV por assinatura

Na sequência do ranking aparece a telefonia fixa, que teve um total de 499 mil reclamações recebidas, queda de 16,02% em comparação com os números de 2019. Neste caso, a Oi foi a prestadora campeã de queixas, seguida pela Vivo.

Em quarto lugar vem o serviço de celular pré-pago, com 438 mil registros, um aumento de 16,24% (TIM e Vivo foram as mais citadas), seguido pela TV por assinatura, cujo volume de queixas chegou a pouco mais de 282 mil, reduzindo em 23,02% a quantidade recebida anteriormente (Claro e SKY lideraram as anotações).

A classificação divulgada pela Anatel traz ainda 13,8 mil reclamações referentes a outros serviços não especificados pela agência.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!