Polícia Civil prende paulistas que aplicavam “golpe do motoboy” em Alagoas

A Polícia Civil de Alagoas prendeu nesta quinta-feira (8) dois homens, de 22 e 49 anos de idade, envolvidos no chamado “golpe do motoboy”.

As prisões foram feitas por agentes da Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic), sendo os acusados autuados em flagrante pelo delegado José Carlos, daquela divisão especializada.

Segundo as investigações, eles são naturais de São Paulo e estavam em Alagoas há alguns dias, tendo feito diversas vítimas nesse período.

O delegado explica que comparsas dos suspeitos ligavam para a vítima, de uma central, instalada em São Paulo, dizendo que alguém fizera compra no cartão dela, de forma não autorizada.

O estelionatário, que falava ao telefone, afirmava ser funcionário do banco e que mandaria um funcionário à casa da vítima para pegar o cartão dela.

Orientava ainda à vítima a cortar o cartão ao meio como segurança, mas não cortar no chip.

Os criminosos, aproveitando-se do desespero da pessoa, conseguiam a senha do cartão, e de posse dele estouravam o limite em compras diversas.

“Somente com o cartão de uma das vítimas, eles conseguiram fazer compras no valor de R$ 9 mil”, disse o delegado José Carlos.

Os homens presos em Maceió eram encarregados de apanhar o cartão, utilizando motocicletas.

A dupla foi presa em um hotel, localizado na Avenida João Davino, no bairro de Mangabeiras, onde estavam hospedados.

Com eles, a polícia encontrou 17 maquinetas, dinheiro e comprovantes de compras.

Os dois homens serão encaminhados para o sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça.

As investigações devem continuar na tentativa de localizar os demais integrantes do grupo criminoso.




Botão Voltar ao topo