Polícia Civil prende falso advogado em Marechal Deodoro, AL

Agentes do 17º Distrito Policial de Marechal Deodoro prenderam na sexta-feira (23), um homem que durante cerca de três anos vinha se passando por advogado, utilizando registro falso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-AL). Ele diz ser bacharel em Direito.

A prisão aconteceu depois que três pessoas, até então seus clientes, descobriram que estavam sendo vítimas de um estelionatário.

Segundo o chefe de cartório da 17º DP, Marcos Albuquerque, o caso começou com a atuação do acusado em um escritório de advocacia. Ele procurou um advogado e pediu uma vaga de estágio, mas logo o responsável pelo escritório o dispensou quando percebeu que ele estava usando seu nome para atuar de forma irregular. Já se passaram três anos desde então.

A polícia informou que o falso advogado atuava nas áreas cível e criminal, costumava ser visto percorrendo fóruns e tinha consigo documentos em papel timbrado do Tribunal de Justiça, com números de processos, sua assinatura e número da OAB, falso.

De acordo com os policiais civis, responsáveis pelo caso, os valores cobrados às vítimas variavam. Ele as convencia de que estava acompanhando seus casos, muitas vezes usava o discurso da morosidade da justiça na resolução dos processos e com isso costumava pedir mais dinheiro aos clientes para pagamento de custas processuais inexistentes.

O chefe de cartório Marcos Albuquerque disse que a investigação também aponta que o estelionatário vinha atuando em várias cidades como Marechal Deodoro, Maceió, São Miguel dos Campos, entre outras outras.

O falso advogado foi autuado por estelionato e falsidade ideológica. A expectativa da polícia é que outras vítimas procurem a delegacia para fazer sua denúncia. A Justiça de Marechal Deodoro homologou a prisão em flagrante e decretou a preventiva do falso advogado.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo