Pibic e Pibiti selecionam professores para orientar estudantes em programas

Está aberto o Edital do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica que convida os pesquisadores da Universidade Federal de Alagoas a apresentarem propostas e orientar estudantes de graduação também da instituição, no âmbito do Programa Institucional de Iniciação Científica (Pibic) e Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (PIBITI) da Ufal, contemplando projetos de pesquisa em todas as áreas do conhecimento.

Para se inscrever, o docente precisa ser pesquisador doutor efetivo ou temporário da Ufal, professor Visitante (PV), ou docente aposentado da Ufal, exercendo atividade como professor voluntário ou atividades de pesquisa (mediante portaria emitida pelo Gabinete do Reitor), desde que cadastrado nos sistemas: SIGRH e Sigaa.

Deve ainda possuir a titulação mínima de doutor com cadastro ativo no sistema Sigaa; possuir currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq e no sistema Sigaa, liderar ou participar de um Grupo de Pesquisa certificado pela Ufal, cadastrado no Diretório de Pesquisa do CNPq, constando os nomes dos alunos envolvidos no Projeto; e estar sem pendências em relação a editais da Ufal encerrados ou em vigência, como pendências de entrega ou avaliação de relatórios, ausência não justificada formalmente, na sessão de trabalhos sob sua orientação, durante o CAIC e CAIT e resumos idênticos.

A inscrição deve ser feita via Sigaa. Para isso, o pesquisador deve submeter apenas um projeto de iniciação científica ou tecnológica e solicitar até duas cotas de bolsas ou dois voluntários, totalizando quatro orientandos; atualizar o Currículo Lattes e enviar ao CNPq; além de informar a área Qualis (CAPES) para avaliação.

Confira o edital completo aqui e aqui.

Os Programas

O Programa Institucional de Iniciação Científica (Pibic) é voltado para o desenvolvimento do pensamento científico e iniciação à pesquisa de estudantes de graduação, buscando contribuir para a formação de recursos humanos para a pesquisa e para qualquer atividade profissional, além de contribuir para reduzir o tempo médio de permanência dos estudantes na pós-graduação. A participação dos estudantes no programa pode ocorrer por meio da percepção de bolsa ou de forma voluntária.

Já o Programa Institucional de Iniciação em Desenvolvimento Tecnológico e Inovação (Pibiti) visa estimular estudantes de graduação ao desenvolvimento e transferência de novas tecnologias e inovação, buscando contribuir para a formação de recursos humanos para atividades de pesquisa, desenvolvimento tecnológico e inovação, bem como para o fortalecimento da capacidade inovadora das empresas no país. Aqui também a participação dos estudantes ocorre por meio da percepção de bolsa ou de forma voluntária.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo