PF realiza operação contra grupo que desviou R$ 1,5 milhão do Programa de Agricultura Familiar no Sertão

A Polícia Federal em Alagoas deflagrou uma operação para investigar crimes contra o Sistema Financeiro Nacional, na manhã desta quinta-feira (2), em Delmiro Gouveia e municípios da região.

Segundo a PF, um grupo conseguiu fraudar contratos de promessa de compra e venda e de outras forma de adquirir uma propriedade rural para receber os recursos do financiamento. O parcelamento era feito por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e rendeu um prejuízo de cerca de R$ 1,5 milhão.

Ainda de acordo com as apurações, depois de conseguir a liberação dos recursos, os criminosos o destinavam para finalidades do Programa, mas na maioria dos casos investigados, o dinheiro circulava entre os integrantes da quadrilha ou era transferido para outra pessoas, que não exerciam atividade profissional que justificasse o pagamento.

A Operação Pasto de Papel teve apoio do Banco do Brasil, instituição bancária que opera a concessão dos financiamentos relacionados ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar.

Aproximadamente 50 Policiais Federais foram mobilizados para dar cumprimento a 10 mandados de Busca e Apreensão, expedidos pelo juízo da 11° Vara Federal de Alagoas, Subseção de Santana Do ipanema/AL.

Os documentos apreendidos serão juntados ao inquérito policial instaurado na Polícia Federal em Alagoas e que está em andamento.

*Com assessoria

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo