Operação conjunta prende acusado de assaltos a banco

Quase 20 policiais penais foram mobilizados para nova operação conjunta em Maceió. Foto: Ascom Seris

As polícias Penal e Federal desencadearam, nas primeiras horas desta sexta-feira (25), uma operação com o objetivo de localizar e prender um acusado de envolvimento em assaltos a banco em várias localidades da região Nordeste, em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo juiz Antônio Rafael Wanderley Casado, da 16ª Vara Criminal da Capital.

O acusado tem 45 anos e foi localizado em sua residência, no bairro Santos Dumont, parte alta de Maceió. Ele não resistiu à prisão, tendo sido encaminhado pelos policiais à Superintendência da Polícia Federal, no bairro de Jaraguá, de onde vai seguir para o complexo penitenciário.

Dono de extensa ficha criminal, o que lhe rendeu uma pena de mais de 32 anos de prisão, o paraibano de João Pessoa (PB) já esteve recluso no sistema prisional alagoano. Chegou em 2011 e, cinco anos depois, progrediu para o regime semiaberto e, posteriormente, ao aberto, conforme decisão da Vara de Execuções Penais.

Ele também responde por falsificação de documento, furto e associação criminosa, crimes cometidos em Alagoas e na Paraíba, onde, inclusive, chegou a empreender fuga de um estabelecimento penal.

A operação mobilizou 16 policiais penais do Comando de Operações Penitenciárias (COP), Grupamento de Escolta, Remoção e Intervenção Tática (Gerit) e Chefia Especial de Unidades Penitenciárias (CEUP), sob a coordenação da Chefia Especial de Gestão Penitenciária (CEGP).

“Esta foi mais uma operação integrada visando combater a criminalidade em nosso estado, com a Polícia Penal, sempre a postos, dando sua importante parcela de contribuição. A sociedade alagoana só tem a ganhar com esta parceria”, comentou o chefe especial de Gestão Penitenciária, policial penal Milton Pereira.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo