NASA contrata Nokia para construir uma rede 4G na Lua

A multinacional finlandesa Nokia, uma das precursoras da telefonia móvel no mundo, que andava meio sumida, anunciou uma parceria com a NASA para construir uma rede 4G LTE num local inédito: a superfície da Lua.

A tecnologia LTE (Long Term Evolution) prioriza o tráfego de dados ao de voz e promete uma transmissão mais rápida e mais estável. Com isso, a futura rede poderia, além do envio de voz e dados, alimentar os sistemas de navegação, transmitir dados biométricos de astronautas, além de controlar robôs e sensores no ambiente lunar.

A primeira rede celular na Lua faz parte do programa Artemis da NASA, que promete fixar uma base sustentável em nosso satélite natural até 2028. Outras parcerias já foram firmadas e muitas empresas de suporte contratadas em negócios que hoje chegam à casa dos US$ 370 milhões.

Nokia: o retorno?

A Nokia ficou conhecida mundialmente por sua liderança na fabricação de celulares de 1997 a 2011, além de ficar na memória afetiva de todos pelo Snake, o jogo da cobrinha que foi um dos primeiros games a rodar em celular.

Desde que vendeu sua divisão de celulares para a Microsoft em 2014, a Nokia passou a concentrar seus negócios em infraestruturas de telecomunicações. A empresa pretende utilizar tecnologia já disponível comercialmente, como estações-base 4G leves, para construir uma rede lunar “ultracompacta, de baixo consumo de energia, com espaço reforçado, LTE ponta a ponta”.




Botão Voltar ao topo