Multidão fecha ruas de Pinheiros rumo à casa de Temer

Multidão fecha ruas de Pinheiros rumo à casa de Temer

Depois de se concentrar no Largo da Batata, em Pinheiros, Zona Oeste, milhares de manifestantes – 70 000, segundo os organizadores – seguem nesse momento pela Avenida Brigadeiro Faria Lima rumo à residência do presidente Michel Temer. São aproximadamente 4,5 quilômetros de distância.

Participam do ato o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), CUT, Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp), integrantes do PT e do PSOL, além de professores e estudantes. O movimento é um protesto contra as reformas na Previdência Social e as leis trabalhistas propostas pelo governo federal, afirma o msn.

Por volta das 18h, o vereador Eduardo Suplicy (PT), o senador Lindbergh Farias (PT) e a senadora Gleisi Hoffmann (PT) subiram em um carro de som, ao lado dos organizadores do movimento, para pedir a libertação de três manifestantes que continuavam detidos no 65 DP, em Artur Alvim, Zona Leste. Farias e Gleisi também criticaram o governo Temer, e pediram “Diretas Já”.

Alguns manifestantes carregavam sinalizadores e, no meio da tarde, lançaram fogos de artifício no céu.

As ruas da região de Pinheiros já começaram a registrar congestionamentos, pois os manifestantes estão parando carros e ônibus pelos locais por onde estão passando.

28/04/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *