Mulher é baleada por policiais militares após confusão por som alto em Viçosa, AL

Uma mulher foi baleada por policiais militares no Povoado Sabalangá, na cidade de Viçosa, na madrugada desta segunda-feira (6), após uma confusão por causa de som alto.

De acordo com vídeos gravados por pessoas que estavam participando da festa, duas mulheres se colocam na frente dos PMs e eles as empurram. Um dos policiais vai para cima da pessoa que estava gravando a abordagem e o celular dela é derrubado no chão. É possível ouvir gritos neste momento. Outro vídeo já mostra uma das mulheres ferida no chão e muito sangue no local.

Conforme o Boletim de Ocorrência registrado pelos próprio policiais, o militar Daniel Flávio Luna Vieira Fernandes consta como declarante dos fatos. Em sua versão, ele alega que sua equipe foi ao local onde acontecia uma festa e pediu para que a família baixasse o som e confirma que o equipamento foi desligado e desmontado.

Ainda segundo o relato, após 40 minutos a primeira ida da polícia ao local, os militares voltaram após novas denúncias e quando informaram que o som precisaria ser desligado de novo foram xingados por duas mulheres, identificadas como Tais Fernanda Ramires da Silva e Ana Maria da Silva, e que ambas teriam partido para agredir os militares.

O documento informa ainda que Tais e Ana Maria tiveram que ser imobilizadas e receberam voz de prisão, momento em que outros participantes da festa teriam hostilizado o trabalho policial. “Sendo necessário realizar disparos de elastômero [munição não letal] para dispersar as pessoas”, diz um trecho do documento.

As mulheres e o equipamento de som foram levados para a Delegacia de Murici, onde o caso foi registrado.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo