Médico criador do “Kit Covid”, com hidroxicloroquina, morre por coronavírus

O médico Guido Céspedes, conhecido por criar o chamado “Kit Covid” em Sinop (MT), morreu vítima do novo coronavírus após ter ficado 45 dias internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do hospital da cidade mato-grossense.

O kit do médico, que morreu na última quarta-feira (2), era composto por substâncias sem comprovação científica no combate ao coronavírus, porém divulgadas exaustivamente pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido), como hidroxicloroquina, azitromicina e invermectina.

Também compunham o kit AAs, zinco e ibuprofeno. O médico tinha histórico de diabetes, sobrepeso e pressão alta, agravando seu estado de saúde.

A prefeita de Sinop, Rosana Martinelli, lamentou a morte de Guido Céspedes em suas redes sociais.

“Um servidor dedicado, corajoso que fez muito por todos nós. Na linha de frente, assinou o protocolo do Kit Covid e deu o seu melhor ao nosso município. Neste momento de dor, me solidarizo com a família e deixo aqui um abraço apertado”, escreveu.

Com informações de Yahoo Notícias




Botão Voltar ao topo