Marx Beltrão quer garantir direitos de professores na Reforma da Previdência


O deputado federal e coordenador da bancada de Alagoas no Congresso, Marx Beltrão (PSD), afirmou nesta segunda-feira (25) que os professores não podem ter perdas com a Reforma da Previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro. O parlamentar disse que é fundamental “garantir direitos” dos docentes e evitar prejuízos à categoria.

Beltrão deve ser reunir com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Alagoas (SINTEAL) para ouvir as demandas dos professores de Alagoas. “O SINTEAL tem subsídios importantíssimos para o debate sobre a Reforma da Previdência, no que diz respeito à valorização do magistério. Quero estas contribuições da categoria para poder, no plenário, fazer uma defesa lúcida dos direitos dos docentes diante do projeto de Reforma” afirmou Marx Beltrão ao Cada Minuto.

Professores continuarão tendo regras diferentes de aposentadoria em função da atividade caso a reforma da Previdência seja aprovada (PEC 6/19). O governo, no entanto, propôs acabar com a diferença entre homens e mulheres na idade de aposentadoria. Pela reforma, os professores passarão a ter idade mínima de 60 anos para ambos os sexos, e o tempo de contribuição, que hoje é de 25 anos para a mulher e de 30 anos para o homem, será de 30 anos para todos.

“Os professores brasileiros merecem respeito, melhores condições de trabalho e aposentadoria digna. Vou me posicionar em defesa dos docentes do Brasil e de Alagoas. Vamos buscar fazer com que esta Reforma não prejudique estes profissionais, que atuam na base da formação de nossa sociedade. A luta dos professores será a nossa luta em Brasília” disse o parlamentar.

25/02/2019