MANUTENÇÃO DAS FILHAS! Justiça bloqueia R$ 640 mil de ex-marido que matou juíza

A Justiça do Rio de Janeiro determinou, neste sábado (26/12), o bloqueio dos bens de Paulo José Arronenzi, ex-marido e assassino da juíza Viviane Vieira do Amaral Arronenzi. A pedido das filhas, R$ 640 mil foram bloqueados, porque Paulo tem cidadania italiana e, segundo a justiça, poderia facilmente tirar o montante do país.

A solicitação de arresto – que é aplicada a bens do devedor e visa a garantia de uma futura execução judicial – foi feita em nome da avó materna, pelas filhas do ex-casal. A concessão foi feita pelo juiz João Guilherme Chaves Rosas Filho durante o Plantão Judiciário. O processo está sob segredo de Justiça.




Botão Voltar ao topo