Maceió conta com centro para tratamento de sequelas da Covid

A Prefeitura disponibiliza, desde o último 13 de agosto, o Centro de Especialidades Eliane Machado, localizado próximo ao PAM Salgadinho. O espaço – que já está em funcionamento -, atende  pacientes que tiveram complicações após contraírem o novo coronavírus, bem como outras síndromes gripais.

Maceió é uma das primeiras cidades a disponibilizar um local específico para tratar pessoas que tiveram o organismo afetado após infecção causada pelo novo coronavírus.

No Centro de Especialidades, a população pode contar com uma equipe formada por pneumologistas, cardiologistas, neurologistas, otorrinolaringologistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, entre outros.

Entre os exames que serão ofertados pela unidade, estão o de tomografia, ecocardiograma, eletro, raio-x, entre outros. O PAM Salgadinho poderá servir como suporte na realização de alguns procedimentos.

Para acesso aos serviços do Centro de Especialidade, que funcionará de segunda a sexta, das 7h às 19h, os pacientes precisam ter o encaminhamento das unidades de saúde do Município e dos hospitais. Haverá ainda marcação pelo Complexo Regulador de Maceió (Cora) e uma reserva técnica para os pacientes encaminhados direto das Unidades de Referência em Síndrome Gripal.

Unidades de Referência

A Prefeitura de Maceió, por meio da SMS, já tinha colocado à disposição dos maceioenses quatro unidades para receber pacientes com a Covid-19 e outras síndromes gripais. Diferente do Centro de Especialidades, esses equipamentos públicos são destinados a pessoas com os quadros leves da covid-19, funcionando como local de triagem para diagnóstico e encaminhamentos dos quadros graves.

Atualmente, formam parte da rede de acompanhamento a pessoas com sintomas do novo coronavírus as unidades de referência: UBS Walter de Moura Lima, na Santa Amélia; UBS Jorge Duarte Quintela Cavalcante, no Graciliano Ramos; UBS do Novo Mundo; e a URS Maria da Conceição Paranhos, em Jacarecica.

Homenagem

A unidade leva o nome da médica Eliane Buarque de Freitas Machado, que faleceu dia 11 de maio, aos 63 anos, em decorrência da Covid-19. A pediatra renomada atuava como diretora administrativa de uma clínica particular de Maceió e dedicou mais de 30 anos de sua vida à Medicina.

Formada pela Universidade Federal de Alagoas (UFAL), em 1981, dra. Eliane Machado fundou o primeiro Banco de Leite Humano do estado, em 1987, e chegou à presidência da Sociedade Alagoana de Pediatria (SAP), em 1994. Além disso, a médica atuou em postos de saúde e hospitais da Capital e interior de Alagoas.




Botão Voltar ao topo