Liminar impede greve dos rodoviários em Maceió

No último sábado (3), o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Alagoas (Sinttro/AL), informou que os rodoviários de Maceió decidiram em assembleia realizar uma “operação-padrão”, onde a frota de ônibus da capital seria reduzida a partir desta terça-feira (6). A categoria argumenta que as empresas de transportes desejam reduzir o valor repassado a título de auxílio alimentação e plano de saúde aos trabalhadores.

Paralisação de rodoviários em 2019 / Foto: reprodução

No início da noite desta segunda-feira (5), uma liminar concedida pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho, Desembargador José Marcelo Vieira de Araújo, declarou a greve abusiva e estabeleceu uma multa de R$ 50 mil ao sindicato e seus dirigentes em caso de descumprimento.

O tribunal concedeu a liminar em ação de dissídio coletivo proposta pelo Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Maceió (Sinturb/Mac), que alegou não ter havido aviso prévio ao empregador com antecedência de 72 horas, previsto em lei para atividades essenciais.

O sindicato das empresas alega que buscou negociar uma solução com a categoria e que vem acumulando perdas com a redução de passageiros desde o início da pandemia, em março de 2020.

Para o sindicato dos trabalhadores, os subsídios anunciados pela prefeitura de Maceió seriam suficientes para que as empresas mantivessem os benefícios no mesmo patamar que estão atualmente.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo