Lei Seca efetua três prisões por embriaguez ao volante após fiscalização em Maceió

Com o propósito de garantir a tranquilidade da população maceioense, a Operação Lei Seca, política pública coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito de Alagoas (Detran/AL), realizou diversas ações durante a última semana percorrendo os bairros de Jaraguá, Jatiúca, Pajuçara e Mangabeiras. O principal intuito da ação é coibir a associação do consumo de álcool com a condução de veículos, contribuindo para a redução das perdas irreparáveis consequentes dessa mistura.

De acordo com dados fornecidos pelo coordenador da Operação Lei Seca em Alagoas, Sérgio Ronaldo, durante as abordagens 17 condutores foram autuados e retirados de circulação por situação de alcoolemia e três foram levados à delegacia por condução de veículo automotor com a capacidade psicomotora alterada.

Ao todo, 452 veículos foram abordados e seus condutores revistados, 437 pessoas foram submetidas ao teste do etilômetro, 14 pessoas fizeram a recusa ao teste, 16 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) foram recolhidas e seis Certificados de Licenciamento Veicular (CRLVs) também foram recolhidos.

Além de infrações referentes à Lei Seca, 13 pessoas inabilitadas foram abordadas conduzindo veículos, 59 infrações foram lavradas por motivos diversos, dois condutores foram flagrados dirigindo com a habilitação cassada, cinco condutores foram abordados com a habilitação vencida e oito pessoas foram autuadas por alterarem o escapamento de motocicletas produzindo poluição sonora em desacordo com o que estabelece o Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

O Detran de Alagoas reforça, que a operação está seguindo as recomendações do Ministério da Saúde e Decretos Governamentais do Estado de Alagoas para prevenção ao contágio do novo coronavírus. Nas ações, toda a equipe Lei Seca utiliza máscara de proteção, luvas e higieniza frequentemente o equipamento de fiscalização.




Botão Voltar ao topo