Jornalista Átila Vieira morre vítima de covid-19 em Maceió

Nosso amado e valente Guerreiro Átila, partiu… embora siga navegando entre nós, no rio de lágrimas em que estamos…

Átila foi um incansável militante social, imensamente corajoso e generoso, absolutamente comprometido com a infância e juventude em extrema vulnerabilidade social…

Átila foi poesia permanente, alegria exuberante e intensa paixão pelo teatro, fotografia, música…

Átila foi um irmão de militância em incontáveis momentos da minha vida, entre lágrimas e duras lutas e alegrias fizemos irmanados nossa longa caminhada. Meu compadre de fogueira, meu irmão de dura jornada…

A Rede local e nacional está em luto por você, querido Guerreiro Átila. Todos e todas militantes das causas mais belas de Justiça Social, estão em luto por você, Guerreiro Átila.

Escolhi a foto, entre tantas outras, do seu melhor sorriso e de toda sua imensa alegria… vai uma de um, dos incontáveis dias de “Átila, vamo ali?!” “Vamo… pra onde mesmo?” “Subir umas ladeiras e voltamos já”… e assim era e assim ficaremos olhando o mundo com seus olhos de poesia, seu coração de paixão e seu imenso compromisso social! Vá em paz Guerreiro, levar alegria pro lado de lá, leve muitos beijos aos meus que lá estão e como guerreiro celestial, siga iluminando nossos caminhos!

Sabemos da imensa dor de sua Mãe, seu Pai, irmãos, familiares e amigos, que te amam tanto e estão inconsoláveis. E na imensa dor de sua Mãe e de sua família, abraçamos sua lembrança com eles e repetimos – ÁTILA GUERREIRO, PRESENTE!! ÁTILA, PRESENTE!! SEMPRE!!!

Abraçamos toda a equipe do Hospital da Mulher, através de Marcos Ramalho e Rildo Bezerra, que tantas vezes a eles perturbei na angústia de amiga. Sintam-se abraçados e muito obrigada! Muito obrigada!!

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo