INOCÊNCIA COMPARTILHADA: PF deflagra operação de combate ao compartilhamento de pornografia infantil

Na manhã desta quarta-feira (26), após mais de um ano de investigação, a Polícia Federal em Alagoas cumpriu um mandado de busca e apreensão em um bairro da parte alta da cidade de Maceió, durante a execução da fase ostensiva da operação “Inocência Compartilhada”, que investiga o compartilhamento de vídeos com cenas de pornografia infanto-juvenil em grupos de aplicativos de mensagens, dos quais também participavam pessoas residentes em outros países.

A investigação teve início em abril de 2019 após o recebimento de notícia-crime anônima contendo um print de uma conversa em um grupo em um aplicativo de mensagens, no qual um participante compartilhou um vídeo com cenas de pornografia infanto-juvenil. Na imagem, o participante que compartilhou o vídeo estava identificado com um número de telefone com prefixo 082.  Após a identificação do titular deste número de telefone, a Polícia Federal representou à Justiça Federal pela expedição de mandado de busca e apreensão para aprofundar as investigações.

Durante a busca, foram arrecadados dois celulares que serão periciados pela Perícia da Polícia Federal em Alagoas. O resultado da análise do material apreendido será juntado no inquérito policial que apura crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente e que tramita na Superintendência Regional da Polícia Federal em Alagoas.

Caso seja confirmada a posse e o compartilhamento de imagens contendo pornografia infantil, a pessoa responsável poderá responder pelos crimes previstos nos artigos 241-A e 241-B da Lei 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente). As penas para esses crimes podem chegar a até seis anos de prisão.




Botão Voltar ao topo