INCLUSÃO! Marx Beltrão se reúne com presidente da Telebrás por internet wi-fi em órgãos públicos de Alagoas

Em reunião realizada em Brasília com o presidente da Telebras Jarbas Valente, o deputado federal Marx Beltrão (PSD), coordenador da bancada alagoana no Congresso Nacional, solicitou à empresa a universalização da implantação de internet w-ifi em órgãos públicos no Estado de Alagoas. Esta iniciativa, parte do programa Wi-fi Brasil, é vital para a melhoria dos serviços e para o desenvolvimento de Alagoas.

“Queremos internet, e também acesso à telefonia celular, em todos os cantos de Alagoas. É inadmissível que em pleno século XXI nosso estado ainda tenha localidades sem acesso à internet e à telefonia móvel. Estamos lutando para isso e vamos buscar os recursos para realizarmos esta ação. E para isso o Programa Wi-fi Brasil é de vital importância”, afirmou o parlamentar durante a reunião com o presidente da Telebras.

Até o momento, o Wi-Fi Brasil já instalou mais de 12.700 de antenas pelo país, que levam internet de qualidade, com conexão estável, segura e de alta velocidade para mais de 9.500 escolas, além de postos de saúde, unidades de segurança pública, telecentros, aldeias indígenas, assentamentos rurais, entre outros. Em Alagoas, a meta do parlamentar é ampliar este acesso, especialmente beneficiando a população mais carente e das localidades hoje desprovidas de acesso à internet.

O programa Wi-Fi Brasil leva internet gratuita e ilimitada para locais remotos no país, por meio do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações (SGDC). O programa, na verdade, é uma evolução do programa GESAC (Governo Eletrônico Atendimento ao Cidadão), que foi lançado em 2003 e sofreu várias adaptações ao longo dos anos.

Na mais recente, em 2017, a Telebrás foi contratada para prestar o serviço através do SGDC, com equipamentos e operacionalização da Viasat, por R$ 663 milhões, substituindo as empresas privadas que tradicionalmente forneciam a infraestrutura. O GESAC atende pontos de presença específico, como escolas e postos de saúde.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!