HGE registra quase 600 atendimentos no fim de semana e alerta para os acidentes de moto

Durante todo o último fim de semana de eleições municipais, o Hospital Geral do Estado (HGE) registrou 596 atendimentos, sendo 492 na sede e 104 na Central de Triagem situada no Ginásio do Sesi. Do total de atendimentos registrados na sede, 316 foram casos clínicos, 158 acidentes (96 casuais, 56 de trânsito e seis de trabalho).

Também foram atendidas 15 vítimas de agressões, dois feridos por queimadura e uma pessoa procurou a unidade após sofrer uma tentativa de suicídio. Também foram realizadas 35 cirurgias, 32 transferências, 90 internações e 352 altas médicas concedidas no maior hospital público de Alagoas.

Os acidentes de moto são considerados um grave problema de saúde pública. Somente neste fim de semana, 24 foram notificados apenas no HGE, sendo 16 somente no domingo (15). Isso representa pouco mais de 40% dos acidentes de trânsito registrados no mesmo período, uma vez que, ao todo, foram 56 (24 quedas de moto, 14 colisões, nove atropelamentos, cinco quedas de bicicleta e quatro capotamentos).

Luís Eduardo dos Santos da Silva, de 23 anos, foi um dos feridos assistidos pela maior unidade de urgência e emergência de Alagoas no domingo de eleições municipais. Ele chegou ao hospital por volta das 21h32, com escoriações e uma fratura no dedo mínimo esquerdo. Ele recorda que pilotava nesta mesma noite a moto de um amigo pelas ruas de Viçosa, município localizado a 86 km de Maceió, quando uma caminhonete não percebeu a sua aproximação em um cruzamento.

“Foi logo após sair às primeiras confirmações dos resultados das eleições. A cidade estava muito movimentada, com algumas pessoas pelas ruas comemorando a vitória do seu candidato. O condutor do outro veículo prestou socorro, me levaram para a UPA [Unidade de Pronto Atendimento] e, após ser examinado, fui transferido para o HGE”, contou Luís Eduardo, que tem seu quadro de saúde considerado estável.

Para o gerente do HGE, Paulo Teixeira, acidentes dessa natureza também podem ser evitados, desde que as pessoas evitem a desatenção no trânsito, o uso de bebidas alcóolicas antes e durante a condução do carro, respeitem os limites de velocidade e a sinalização. “É importante respeitar a legislação no trânsito, bem como as orientações que visam o não contágio com a Covid-19, como o uso de máscara, a higienização das mãos e o distanciamento social. Também é importante observar os riscos presentes nos ambientes e não esquecer as recomendações dadas pelo médico no último check-up”, reforçou.

Síndromes Gripais – Na Central de Triagem situada no Ginásio do Sesi, estruturada pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), foram 104 atendimentos no fim de semana. Dos 86 cidadãos submetidos ao teste rápido para o novo coronavírus, 12 confirmaram a contaminação.

Sexta – Na última sexta-feira (13), 345 novos atendimentos aconteceram na sede do HGE e na Central de Triagem situada no Ginásio do Sesi. Foram 190 casos clínicos, 82 acidentes, duas agressões; 53 cidadãos foram submetidos ao teste rápido e quatro detectaram o contato com o novo coronavírus. As equipes assistenciais concederam 214 altas, 40 internações, 21 transferências e 21 cirurgias.




Botão Voltar ao topo