HGE registra 370 atendimentos na quinta (3) e alerta para risco dos acidentes casuais no feriadão da Independência

Topada, queda da própria altura, uma pancada por desatenção. São alguns atos que caracterizam os acidentes casuais, responsáveis por mais de 20% dos atendimentos registrados pelo Hospital Geral do Estado (HGE) na quinta-feira (3). Ao todo, a maior unidade de urgência e emergência de Alagoas registrou 298 ocorrências.

Os casos clínicos continuam sendo maioria (210), mas, os acidentes também permanecem sendo a segunda causa de assistência médica no HGE. Para ter uma ideia, somente na quinta (3) foram 70 acidentes casuais, 10 no trânsito (seis colisões, três quedas de moto e um atropelamento) e quatro durante o serviço laboral. Ainda foram notificadas quatro agressões, sendo duas sexuais, uma por arma branca e outra por arma de fogo.

“São dados que continuam nos deixando preocupados, pois são atendimentos que podem ser reduzidos com hábitos de prevenção e práticas de segurança. Seja através do uso de Equipamentos de Proteção Individual, ou da atenção aos riscos presentes no ambiente que está integrando e até do mais respeito às vidas presentes”, enfatizou o gerente do HGE, Paulo Teixeira.

Portas abertas – No feriadão da Independência do Brasil, o HGE segue com as portas abertas e disponibilizando seus serviços 24 horas. Entretanto, a Gerência pede, aos que decidirem curtir a folga, para não abusar do consumo de álcool, evitar condutas prejudiciais à saúde, separar um tempo para a prática de qualquer atividade física, não ultrapassar os limites do respeito, ter mais atenção nas vias públicas, jamais incitar aglomerações, usar máscara e manter com as orientações de higiene e combate a disseminação do novo coronavírus.

“Nós temos cumprido com a nossa missão, que é e sempre será salvar vidas. Mas, precisamos que a sociedade colabore com os cuidados preventivos. Prova disso é que na quinta, por exemplo, concedemos 176 altas, internamos 56 pessoas, transferimos 31 pacientes e realizamos 28 cirurgias. Ou seja, estamos empenhados, dia e noite, na manutenção da saúde dos alagoanos”, afirmou o gerente do hospital.

Covid-19 – Na Central de Triagem localizada no Ginásio do Sesi, 72 pessoas procuraram os cuidados especializados, mas, 59 apresentaram perfil para o teste rápido que detecta anticorpos contra à Covid-19 e quatro detectaram o contágio. E, conforme o relatório da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau), 10% dos leitos intermediários exclusivos para pacientes com o novo coronavírus estiveram ocupados.




Botão Voltar ao topo