Governo de Alagoas investe em novos e modernos focos cirúrgicos para o HGE

Três novos e modernos focos cirúrgicos estão em funcionamento no Hospital Geral do Estado (HGE). O investimento do Governo de Alagoas beneficia todos os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) que necessitam de intervenção cirúrgica. Em média, 600 cirurgias são realizadas, por mês, entre urgências e eletivas. Os acidentes, as agressões e as inflamações no apêndice estão entre os casos mais assistidos.

A cabeleireira Maria Paula Dafine Lopes da Silva, de 29 anos, foi uma das primeiras contempladas com os novos dispositivos. Ela relata que chegou há poucos minutos, após o primeiro exame em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Surpresa com a agilidade do médico no HGE, sua expectativa é de que as dores, decorrentes de apendicite, desapareçam.

“Estou me sentindo assim há dois dias. Quando as dores iniciaram, busquei atendimento médico, mas, voltei para casa medicada. Como não tive melhora, a minha alternativa foi pedir ajuda mais uma vez. Logo que cheguei ao HGE, o médico apalpou meu abdômen e solicitou exame de sangue. Com o resultado, fui trazida para o centro cirúrgico”, recordou a cabeleireira, mãe de duas filhas.

Apesar de tensa por estar sendo levada a uma mesa de cirurgia, Maria Paula salientou que está confiante na recuperação. Ela disse que, em outro momento, já precisou dos cuidados da equipe multidisciplinar da Área Vermelha Trauma, devido a um acidente de moto, mas, se restabeleceu e recuperou sua rotina.

Para o gerente do HGE, Paulo Teixeira, as aquisições só melhoram a já qualificada assistência prestada pelos profissionais da unidade. “São equipamentos de alta tecnologia que permitem ao cirurgião ver os tecidos com mais naturalidade e profundidade. Nós temos dez salas para cirurgias no HGE, sendo cinco para urgências e duas delas já contavam com novos aparelhos de iluminação. Agora o Governo de Alagoas realizou o novo investimento e disponibilizou três novos dispositivos, que suprem a nossa necessidade e beneficiam os serviços que prestamos à sociedade alagoana”, argumentou o gerente.

A cirurgiã-geral Amanda Lira Leite confirma a linha de pensamento de Teixeira. Ela acrescenta que os novos equipamentos impactam diretamente no melhor desempenho da equipe durante a intervenção cirúrgica. E as novas lâmpadas de LED geram menor consumo de energia e melhor conforto aos profissionais envolvidos.

“A luz fria protege o tecido do paciente de desidratação e proporciona condições de trabalho ideais para os cirurgiões e auxiliares. Também, com uma melhor visibilidade da nossa intervenção, o paciente é contemplado com uma cirurgia ainda mais segura e com maior chance de ser bem-sucedida”, afirmou a médica.

Segundo o responsável pelo Serviço de Engenharia Clínica, Thomas Santos de Souza, O HGE já foi contemplado com 10 novos focos cirúrgicos. Eles são do modelo SL-300, possuem cúpulas em fibra de vidro com lâmpadas de LED e desenho avançado proporcionando excelente profundidade e concentração de luz no campo operatório.

As movimentações dos equipamentos são feitas através de braços articulados que executam com precisão movimentos como torção, flexão, basculante, vertical e circular através de eixos dotados de rolamentos com movimentos de até 360º. O sistema de emergência mantém o equipamento em funcionamento até 180 minutos, na falha ou queda de energia elétrica”, detalhou.




Botão Voltar ao topo
Fechar