Fundação Cultural recebe escultura de Javali para restauro

Após recuperação, o monumento será devolvido à Praça Dois Leões

A Fundação Municipal de Ação Cultural (FMAC) recebeu para restauro nesta sexta-feira (9) a escultura de um javali que estava na Praça Dois Leões, em Jaraguá. O monumento, que faz parte do patrimônio histórico, artístico e cultural da Prefeitura de Maceió, estava sob os cuidados da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), após ter sido depredado e retirado da praça.

A Sudes enviou, no dia 8 de abril, um ofício à FMAC em que solicita a recuperação da escultura, que deve ficar a cargo do artista plástico e restaurador Jobson Galvão de Souza.

Monumento será restaurado e devolvido à Praça Dois Leões

Foto: Ascom/FMAC

Restauro – A presidenta da FMAC, Mírian Monte, encaminhou à Coordenação de Orçamento e Finanças um pedido de informações sobre a possibilidade de realizar o restauro da obra, tendo em vista a previsão orçamentária da Fundação para 2021. Nesta sexta-feira (9), ela autorizou o setor de Políticas Culturais da FMAC a tomar as providências necessárias para recuperar a estátua com recursos financeiros provenientes do orçamento da Fundação. O orçamento do Município de Maceió ainda não foi aprovado pela Câmara de Vereadores

Desaparecimento – Testemunhas contam que na noite do 13 de outubro de 2020, a escultura do javali foi depredada. Funcionários e albergados da Casa de Passagem São Vicente levaram a estátua até o albergue para evitar que a escultura fosse furtada. No dia 16 de outubro de 2020, a Sudes recuperou a escultura.

O monumento do javali veio da França para Maceió em 1906, junto a outras esculturas de animais, como um tigre, um leão e um lobo, que foram instalados na Praça Dois Leões, no Jaraguá.

Escultura foi depredada em outubro de 2020

Foto: Ascom/FMAC

Ascom/FMAC

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!