Francisco Tenório questiona flexibilização da quarentena em momento de crescimento dos casos de Covid-19

O deputado Francisco Tenório (PMN) usou os microfones do plenário na sessão desta quarta-feira, 3, na Assembleia Legislativa, para questionar e refletir sobre a abertura das atividades comerciais num momento em que o País passa por um aumento de casos de contaminação pela Covid-19. “Estranhamente, estamos vendo os estados começando a liberar a população do isolamento social. O que está acontecendo com os governadores e prefeitos?”, questionou.

Francisco Tenório indagou ainda se os governadores estavam errados ao decretar o isolamento social ou se existe alguma informação secreta não passada à população. “Quero saber o real motivo para que estados e municípios comecem a liberar as atividades econômicas e acabar com a quarentena obrigatória, enquanto estamos vendo um índice crescente desta pandemia em todo o País”, disse.

Ainda em seu pronunciamento, o deputado destacou que existem estudos afirmando que o pico da pandemia poderá acontecer só no mês de agosto. “Temos ainda dois meses para que isso venha a acontecer e, neste sentido, não vejo motivos para mudar a política de quarentena, que vem contribuindo para a redução da capacidade de disseminação do coronavírus. Solicito que governadores e prefeitos reavaliem essa situação ou passem para população o real motivo desta abertura”, destacou.

Hospital de Porto Calvo
Tenório informou também que esteve com o secretário estadual de Saúde, Alexandre Ayres, e recebeu a garantia da abertura do hospital de Porto Calvo ainda este mês. “É um hospital que irá atender toda a Região Norte e será de fundamental importância no combate ao coronavírus. Serão mais leitos para ajudar as pessoas acometidas por este vírus nas cidades de São Luís do Quitunde, Jacuípe, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres, Japaratinga, Porto de Pedras, Porto Calvo e Maragogi”, destacou.




Botão Voltar ao topo
Fechar