FOGO EM RIO LARGO – MP Eleitoral pede cassação da candidatura de Gilberto Gonçalves

O Ministério Público Eleitoral pediu a cassação da candidatura de Gilberto Gonçalves (PP), prefeito de Rio Largo que tenta a reeleição.

O parecer da ação, expedida na quarta-feira, 20,  foi do promotor Cláudio Luiz Galvão Malta, que encaminhou ao juiz da 15ª Zona Eleitoral de Alagoas duas matérias distintas contra o atual gestor riolarguense.

Uma sobre eventuais irregularidades no ato de autorização de uso de bem público por parte da Prefeitura Municipal de Rio Largo na pessoa do prefeito para fazer campanha e outra sobre irregularidades administrativas durante período eleitoral.

“A parte juntou aos autos vídeos que demonstram uma declaração de apoio por parte dos particulares que participavam do evento, ao então candidato à reeleição especialmente demonstrando nos vídeos a presença do representado junto de sua família na referida festa”, diz trecho do processo.

A situação teria acontecido dentro em prédio público.  E o promotor ainda acrescentou que “este Ministério Público entende que é extremamente danoso ao pleito eleitoral, e também irresponsável, o uso de bem público com finalidades expressamente particulares”.

Declarou também que “que tal autorização não decorreu de nenhum tipo de interesse público que justificasse o uso [da máquina municipal], e que inegavelmente o então candidato beneficiou-se da autorização para promover sua candidatura.




Botão Voltar ao topo