FLUXO DE PASSAGEIROS: Alagoas alcança melhor mês do período pós-pandemia

O ano começou bem para o turismo alagoano. Prova disso é que o mês de janeiro registrou o maior fluxo total de passageiros no Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares, localizado na Região Metropolitana de Maceió, desde o início da pandemia. Segundo a AENA Brasil, administradora do equipamento, aproximadamente 220 mil pessoas embarcaram ou desembarcaram por lá no primeiro mês de 2021.

Este número representa um crescimento de 22% em relação ao total registrado no último mês, quando o estado já apresentou uma retomada expressiva de mais de 90% do fluxo contabilizado no mesmo período do ano anterior.  Em dezembro de 2020, 180 mil pessoas passaram pelo Zumbi dos Palmares, considerado a principal porta de entrada de turistas em Alagoas.

À frente do trabalho de prospecção de novos voos e promoção do Destino Alagoas, o secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito, explica que estes números são resultado de um intenso trabalho para retomada da atividade turística.

“Desde o início da pandemia, e com a perda significativa na malha aérea, nossas preocupações eram recuperar os voos perdidos, preparar o destino para o novo momento do mundo e fortalecer a imagem de Alagoas no mercado nacional e internacional do turismo. Com o apoio irrestrito do governador Renan Filho, hoje restabelecemos 80% dos voos e Alagoas ostenta o selo internacional de segurança sanitária para o turismo, o Safe Travels, além de ser o destino mais vendido do mercado nacional neste janeiro”, comemora Rafael Brito.

Ainda de acordo com o secretário, o destaque de Alagoas no mercado do turismo nacional é essencial para geração de emprego, renda e oportunidades no estado. “O turismo é uma das principais forças da nossa economia. Com a atividade tendo esta retomada bem sucedida, já garantimos não só recuperar as oportunidades de emprego perdidas pela pandemia, mas também a expansão desses empregos e de novas oportunidades de renda no setor, sempre reforçando a necessidade de cumprir todos os protocolos sanitários e lembrando a turistas, moradores e players do turismo da importância do uso da máscara, do distanciamento social e da proibição de aglomeração”, completa Rafael Brito.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!