Fernanda Marinela é eleita à vaga no Conselho Nacional do Ministério Público


Nesta segunda-feira (20), a ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Alagoas (OAB-AL) e Conselheira Federal, Fernanda Marinela, foi eleita à vaga do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) com 25 votos dos 27 votos possíveis. A eleição aconteceu durante sessão extraordinária do Conselho Federal da OAB, em Brasília.

O presidente da OAB-AL, Nivaldo Barbosa Jr., comemorou a indicação de Fernanda Marinela, elogiando a amiga. “Marinela orgulha a advocacia alagoana e brasileira. Como mulher, como profissional e como representante da Ordem, ela é um símbolo de luta e dedicação”, disse.

O Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) criado em 2004 pela Emenda Constitucional nº 45 e teve sua instalação concluída em 2005, atua em prol do cidadão, executando a fiscalização administrativa, financeira e disciplinar do Ministério Público no Brasil e de seus membros, respeitando a autonomia da instituição.

Marinela foi eleita ao lado da conselheira federal pela OAB-SC, Sandra Kieger. As duas são as primeiras mulheres a assumirem uma vaga no CNMP. Durante a sessão também foram eleitos os novos ocupantes das vagas no Conselho Nacional de Justiça, os conselheiros André Godinho e Marcos Vinicíus, da OAB-AC.