Felipão admite orgulho ferido após saída do Chelsea, em 2009

Felipão admite orgulho ferido após saída do Chelsea, em 2009

O técnico Luiz Felipe Scolari, atualmente à frente do Guangzhou Evergrande, disse em entrevista à Agência Efe que tem boas lembranças de sua curta passagem pelo Chelsea, mas admitiu que ficou bastante chateado com a forma como deixou o clube inglês.

“Fui ferido em meu orgulho porque acreditava que, se continuasse com meu trabalho tal como sou e da forma como trabalho há 35 anos, tudo daria certo”, declarou Felipão.

Scolari chegou aos ‘Blues’ em julho de 2008, após quase seis anos à frente da seleção de Portugal. Com resultados aquém do desejado pelo exigente proprietário do clube, o russo Roman Abramovich, e problemas de relacionamento com parte do elenco, o gaúcho foi demitido em fevereiro de 2009. Apesar de tudo, ele avaliou a passagem pela equipe de Londres como uma “etapa interessante” em sua vida.

“Saí do Chelsea com um trabalho que era razoavelmente bom, classificado na Champions, na Copa da Inglaterra e em terceiro no campeonato inglês, mas o trabalho não evoluía como eu queria pelo fato de que não existiu uma boa relação com dois ou três jogadores”, relembrou.

Por essa razão, ficou o que considera “uma mancha” em sua saída por que, em sua visão, os dirigentes poderiam ter esperado um pouco mais para ver os resultados.

Segundo Scolari, o treino é um pouco diferente em função do lugar devido a questões como a temperatura ou as características do campeonato. No entanto, sua forma de trabalhar sempre foi e continua sendo igual, o que poderia ter desagradado alguns atletas no Chelsea.

 terra
23/01/2017

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *