Fazenda apresenta perspectiva de retomada do crescimento e impacto na economia alagoana

Apesar da crise dos últimos anos que afetou diretamente a vida de todos os brasileiros, Alagoas já apresenta perspectivas de reaquecimento na economia, mesmo que de forma moderada. Esse foi o assunto principal do 1º Painel Elemidia, nesta quarta-feira (11), que contou com a participação do secretário de Estado da Fazenda de Alagoas (Sefaz-AL), George Santoro. O evento foi realizado no Hotel Ritz Lagoa da Anta e contou com a presença de empresários de diversos segmentos do Estado.

Durante sua apresentação, George Santoro trouxe um pouco do cenário atual e o comportamento do mercado frente às diversas mudanças econômicas que o país vem atravessando desde 2014.

“Muita coisa vem acontecendo no Brasil, em Alagoas e no Mundo. Hoje estamos apresentando aos empresários esse cenário econômico que vem se construindo no país. Alagoas já está se reequilibrando, gerando empregos e fortalecendo a economia em setores como a construção civil, por exemplo. O Governo vem trabalhando para ter papel fundamental nesse retorno de crescimento, vislumbrando projetos e novos investimentos, seja no setor público ou privado”, enfatiza.

Um dos pontos que o secretário mostrou preocupação foi quanto ao Produto Interno Bruto (PIB) no país. “É preocupante a situação que o Brasil vivencia, com o pouco crescimento do PIB. No início deste ano, a perspectiva era de um aumento de mais de 3%, no entanto não é isto que estamos observando e tampouco deverá acontecer nos próximos anos. Agora vivemos um declínio grande da produtividade da economia brasileira. Sem uma economia produtiva, dificilmente podemos crescer de maneira significativa. É preciso olhar com cuidado essas questões importantes”, colocou Santoro, lembrando que, na contramão do país, Alagoas volta a se destacar.

Após a palestra, George Santoro participou de um debate, mediado pelo jornalista Rodrigo Cavalcante, com os mediadores setoriais Jubson Uchôa, presidente da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário (Ademi-AL), Hermann Fernandes, presidente da Associação Brasileira de Agências de Publicidade (Abap-AL), Kennedy Calheiros, presidente da Associação Comercial de Maceió e Luiz Pires, presidente da Sindicato da Habitação/Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Sindicovi/Fenabrav-AL).

“Muito bom acompanhar a apresentação do secretário que nos apresentou dados animadores. O cenário nacional mostra que o país começa a sair da crise e o setor imobiliário inicia melhoras em Alagoas. Estamos otimistas, mas cautelosos. Estamos saindo de uma crise de quatro anos e o setor da construção foi o que apresentou o PIB mais negativo. Alagoas começa a mostrar diferenças no setor e isso tem nos ajudado. O Governo organizou as suas contas bem antes que nosso país e isso vem refletindo bem mais rápido do que em outras localidades do Nordeste”, explicou o presidente da Ademi-AL, Jubson Uchôa.

Ascom – 11/09/2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *