FASE AMARELA: Prefeitura autoriza reabertura de academias em Maceió

A capital alagoana segue na fase amarela do Plano Estadual de Distanciamento Social Controlado, quando o risco de contágio do coronavírus é considerado moderado. No novo decreto municipal (Nº 8.930), publicado nesta sexta-feira (31), o prefeito Rui Palmeira autoriza a reabertura de academias e centros de ginástica com 50% da capacidade e amplia o horário de funcionamento de shoppings e do comércio no Centro. O Município manterá o regime de teletrabalho, bem como a paralisação das atividades educacionais nas escolas da Rede Municipal e de instituições privadas, até o início da fase verde.

Assim como os outros setores já em funcionamento, seguindo os protocolos sanitários específicos, as academias, centros de ginástica e estabelecimentos congêneres também devem seguir o Protocolo Sanitário da Secretaria Municipal de Turismo Esporte e Lazer (Semtel).

Com novo decreto, a partir desta sexta-feira (31), o comércio no Centro de Maceió passa a funcionar de segunda a sexta-feira, das 09h às 17h, e sábado das 9h às 14h. O horário de funcionamento também foi estendido para os shoppings, galerias e centros comerciais, que antes estavam abertos das 12h às 20h, e que agora podem funcionar das 10h às 22h. O documento também libera a utilização de parques infantis e mobiliários urbanos esportivos situados na orla e nas praças.

A Prefeitura de Maceió mantém todas as medidas de segurança, distanciamento social e higienização em locais públicos, estabelecimentos comerciais e instituições financeiras, publicadas nos decretos municipais e divulgadas amplamente nos meios de comunicação. A obrigatoriedade do uso de máscaras sobre o nariz e a boca permanece em todo território municipal.

“É muito importante que cada maceioense faça a sua parte para que a gente continue avançando nesta reabertura gradativa. A situação de Maceió continua melhorando, mas é preciso que a população não relaxe nos cuidados. Então, se for necessário sair de casa, não esquecer da máscara e o uso de álcool em gel”, reforçou Rui Palmeira.




Botão Voltar ao topo