FASE AMARELA: bares, restaurantes e shoppings reabrem na segunda (20) em Maceió; confira as regras

O processo de retomada gradual das atividades econômicas em Alagoas avança de fase na capital nesta segunda-feira (20), levando em consideração os resultados positivos da Matriz de Risco no Estado. Ao progredir para a fase Amarela no Plano de Distanciamento Social Controlado, Maceió passa a ter o funcionamento permitido de bares, restaurantes e similares com até 50% da capacidade de público, shoppings centers, galerias e centros comerciais, lojas e estabelecimentos de rua acima de 400m², além de templos e igrejas com capacidade ampliada para 50%.

Com a mudança de fase, os estabelecimentos agora autorizados devem seguir regras gerais e específicas para cada setor já determinadas previamente pelo Governo do Estado no Protocolo Sanitário, além de funcionarem em horários reduzidos de acordo com o decreto municipal. Shopping centers e galerias atendem das 12h às 20h, já bares e restaurantes devem encerrar as atividades até, no máximo, 00h.

De acordo com o Protocolo, para bares e restaurantes, por exemplo, está proibido o consumo em pé no local, somente sentado e respeitando a distância mínima de 1,5 metro entre as cadeiras e 2 metros entre as mesas, que devem ser higienizadas a cada utilização do cliente. Recomenda-se também o agendamento para atendimento, com reserva de mesas para evitar a aglomeração e adaptação dos cardápios, de preferência para a modalidade online, evitando o manuseio.

As mudanças na operação destes estabelecimentos envolvem ainda novas áreas específicas para recebimentos de mercadorias, uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual) alternativo, distanciamento entre os funcionários da cozinha e, se possível, dividir a equipe em turnos diferentes.

Haverá também a liberação de calçadas pela Prefeitura de Maceió para que haja espaço disponível para o estabelecimento destas regras. Para os restaurantes na modalidade de buffet e self-service estão incluídas as recomendações de distanciamento de no mínimo 1,5m nas filas, oferta de talheres higienizados em embalagens individuais (ou descartáveis).

Já os shoppings centers, galerias, centros comerciais e congêneres deverão desativar os cinemas, reduzir o funcionamento do estacionamento para 50%, evitar o uso de valet, manter o controle do fluxo de pessoas e monitorar a saúde dos empregados, visitantes e clientes. Os estabelecimentos ficam proibidos de fazer eventos, liberar o uso de provador, e devem permanecer com a oferta de drive thru e entrega de cartilhas com orientações sobre o distanciamento social. Os bares e restaurantes presentes nestes locais também devem seguir as regras específicas recomendadas para o setor.

“A progressão de fase é uma chancela, um indicativo muito positivo de que o Estado está vencendo a doença e que nossos números estão melhorando a cada semana. Para que possamos continuar avançando com a reabertura econômica, é imprescindível que os estabelecimentos estejam alinhados com as regras específicas do seu setor, trabalhando de forma conjunta com o Governo e as Prefeituras no cumprimento do Protocolo Sanitário. É importante reiterar também que a população tem um papel fundamental de fiscalização e, sem dúvidas, com esforço de todas as partes vamos seguir neste ritmo de involução da doença em Alagoas”, avalia o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Brito.

O documento com todas as regras está disponível aqui. 

Avanço no interior

Os resultados positivos das análises epidemiológicas nas regiões Metropolitana e Norte do Estado foram também determinantes para o avanço da fase Vermelha para a Laranja em mais 20 municípios do Estado. A partir desta segunda (20), estas regiões terão funcionamento permitido lojas de rua e estabelecimentos acima de 400m², salões de beleza e barbearia e templos, igrejas e demais instituições religiosas com 30% da capacidade. Os demais municípios do interior do estado seguem em isolamento social, na fase Vermelha.

As cidades que mudam de fase são: Barra de Santo Antônio, Barra de São Miguel, Coqueiro Seco, Marechal Deodoro, Messias, Paripueira, Pilar, Rio Largo, Santa Luzia do Norte, Flexeiras, Satuba, na região Metropolitana; e Jacuípe, Japaratinga, Maragogi, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, Porto Calvo, Porto de Pedras, São Luís do Quitunde e São Miguel dos Milagres, no Norte




Botão Voltar ao topo