Família de Lula estuda entrar na Justiça contra hospital

A família de Luiz Inácio Lula da Silva estuda entrar na Justiça contra o Hospital Bartira, localizado em Santo André (SP), pelo vazamento do boletim médico de Arthur, neto de sete anos do ex- presidente que morreu em março deste ano. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

Arthur morreu em março de 2019 e o diagnóstico inicial apontava que ele tinha sido vítima de meningite, mas laudos divulgados pela Prefeitura de Santo André desmentiram a informação. Segundo o Hospital Bartira, a criança chegou ao local no dia 1º de março com febre, náuseas e dores abdominais, mas o quadro evoluiu para confusão mental e a morte foi decretada horas depois, informa o Terra.

Por conta da morte do neto, o ex-presidente Lula conseguiu sair da sede da Polícia Federal, em Curitiba, para participar do velório. A decisão foi tomada pela Justiça Federal do Paraná.

04/04/2019

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *