Exército vistoria Mercado da Produção para definir contingente que fará sanitização do local

Representantes do Exército estiveram, na manhã desta quarta-feira (20), no Mercado da Produção, no bairro da Levada, para avaliar a área e as necessidades de ajustes para definir o contingente que vai atuar na sanitização do espaço.

A ação faz parte do mutirão de limpeza e higienização, que será realizado na tarde do próximo domingo (24) e na segunda-feira (25), pela Prefeitura de Maceió. O Exército irá apoiar com a descontaminação do Mercado, voltada, principalmente, para o combate ao coronavírus.

De acordo com o sargento Rafael, o ideal é que o Exército vá ao local só após uma limpeza inicial para que a sanitização seja mais eficaz. Por isso, ficou definido que a tropa deve iniciar os trabalhos só na segunda-feira.

“Temos um químico no Exército que irá definir os produtos e as quantidades necessárias, e vamos determinar o efetivo que será empenhado. Onde há movimento de pessoas, há areia, sujeira, então é preciso fazer essa limpeza anterior”, explicou.

De acordo com o secretário-adjunto de Trabalho, Abastecimento e Economia Solidária (Semtabes), Ronaldo Targino, haverá a limpeza inicial no domingo, que deve abranger metade do espaço do Mercado, para que o Exército possa sequenciar a ação. Na segunda, a ação será concluída. No domingo seguinte, dia 31, o trabalho é retomado, e na segunda (1º) é encerrado.

“Faremos uma limpeza de dentro para fora, chegando a todas as partes, inclusive, de estacionamento. Já iniciamos a limpeza das galerias, para não haver retorno da água, já pensando no período de chuvas, porque as galerias estavam sujas e cheias de areia”, detalhou Targino.

O Mercado será fechado no domingo a partir das 13h e, na segunda, o dia todo. Além da Semtabes, o trabalho conta com servidores das Secretarias de Desenvolvimento Sustentável (Sudes), Infraestrutura (Seminfra), Assistência Social (Semas) e Iluminação Pública (Sima), além do Gabinete de Gestão Integrada para o Enfrentamento à Covid-19 e a Vigilância Sanitária, com apoio do Exército.

Será empregado um total de 60 colaboradores com apoio de um caminhão-pipa, quatro caçambas, uma retroescavadeira e um caminhão de poda. O espaço tem 14 mil metros quadrados e cerca de 1500 boxes.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo
error: Conteúdo protegido!