ETA Pratagy fica com o fornecimento de água suspenso devido a manutenções nesta terça-feira

A Estação de Tratamento de Água (ETA) Pratagy passará por uma paralisação em seu fornecimento de água na terça-feira (17), no período das 8h30 às 22h, segundo informações repassadas pela Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), responsável pela operação do sistema produtor.

Isso ocorrerá devido a um serviço de manutenção da Equatorial Alagoas na rede elétrica que atende à Estação, que começa às 8h30 e está previsto para ser encerrado às 14h30. Em virtude dessa paralisação, a Casal também vai efetuar manutenções em seus equipamentos do Sistema Pratagy, com conclusão prevista para as 22h do mesmo dia.

Com a paralisação programada, o abastecimento dos bairros da orla marítima, que vai do Poço até Cruz das Almas, além de Jacintinho, Farol, Gruta de Lourdes e Benedito Bentes ficará suspenso durante a realização dos trabalhos. Clique aqui para conferir a nota da Casal na íntegra.

A BRK vai aproveitar a paralisação do sistema produtor para realizar melhorias operacionais no reservatório R1. As equipes de Eletromecânica da empresa vão instalar válvulas de manobras com atuador elétrico na unidade, que recebe água tratada do Pratagy. Com isso, não haverá mais a necessidade de deslocar um operador para efetuar as manobras operacionais de abastecimento, que passarão a ser realizadas de forma automatizada. Esse serviço será iniciado às 8h30, com previsão de conclusão às 15h.

Retomada gradativa do abastecimento

Após a finalização do serviço pela Equatorial e da manutenção preventiva feita pela Casal, o Sistema Pratagy será religado e a água tratada será repassada gradativamente para os reservatórios da BRK, responsável pela distribuição de água em Maceió. Quando há uma paralisação do sistema, a retomada do abastecimento acontece aos poucos, já que é necessário aguardar que a unidade produtora se recupere e volte a operar com plena capacidade para que a água chegue aos reservatórios.

Estes, por sua vez, precisam atingir o nível de água adequado para que as redes que chegam aos imóveis sejam pressurizadas. Por isso, esse processo de retomada é gradual e pode ocorrer mais rapidamente em algumas áreas do que em outras, de acordo com a geografia das regiões, proximidade dos reservatórios, condições das tubulações e outras variáveis.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo