ESTUPRO DE VULNERÁVEL! DEIC prende foragido da Justiça acusado de estuprar a própria prima

Mais um foragido foi preso em operação deflagrada pela Divisão Espacial de Investigação e Capturas (DEIC), por meio do Núcleo de Inteligência (NI) e Seção de Capturas, sob coordenação do delegado Gustavo Henrique, em ação desenvolvida na manhã desta quinta-feira (31). O homem, de 35 anos, é suspeito de ter praticado crime de estupro de vulnerável contra a própria prima,em Maceió.

A detenção do foragido da Justiça foi em cumprimento a mandado de prisão preventiva decretada pelo juiz plantonista da Capital, expedido no dia de ontem, e ocorreu na manhã de hoje na praia da cidade da Barra de São Miguel.

“De acordo com o que foi apurado até o momento pela Polícia Civil, no dia 26 de dezembro deste mês , por volta das 23h30, o investigado, dentro de sua própria residência, no bairro da Jatiúca, em Maceió, teria estuprado uma prima dele, de 25 anos de idade, sendo-lhe atribuído, no caso, o crime de estupro de vulnerável pelo fato de a vítima não ter tido a oportunidade de oferecer resistência, primeiro pelo fato de ser mulher e, segundo, e principalmente, porque estava sob o efeito de bebida alcoólica”, disse o delegado Gustavo Henrique.

A autoridade policial disse ainda que, segundo as investigações, o infrator, aproveitando-se da situação de vulnerabilidade em que se encontrava a vítima, no momento do crime, bem como abusando da confiança que ela depositava nele pelo fato de serem primos, segurou-a pelos braços e pernas e a estuprou, introduzindo o dedo em sua genitália, deixando-lhe inclusive hematomas nas pernas e braços.

“Tão logo a prisão foi decretada, a DEIC recebeu o mandado para cumprimento, a partir do que os agentes do NI e da Seção de Capturas, procederam diversas diligências ininterruptas até conseguirem localizar e prender o foragido, quando ele estava aproveitando a praia da Barra de São Miguel, no litoral sul do estado, como se nada tivesse acontecido”, acrescentou o delegado.

“Enalteço mais esse belo trabalho realizado pelos investigadores do NI e da Seção de Capturas da Especializada, pois retirou de circulação um indivíduo acusado da prática de crime tão grave e horrendo, em menos de 24h após a prisão ter sido decretada, isso no último dia do ano, o que demonstra o elevado grau de abnegação e profissionalismo dos policiais que participaram da operação”, concluiu Gustavo Henrique, diretor da DEIC.

Após a captura, o preso foi levado para a sede da Especializada, no bairro de Santa Amélia, em Maceió, onde foi formalizado o cumprimento do mandado de prisão e, após, encaminhado ao sistema prisional do estado, onde permanecerá à disposição da Justiça.




Botão Voltar ao topo