Estágio para alunos de Engenharia de Petróleo paga mais de R$ 2 mil por mês

Por Simoneide Araújo – jornalista

29/07/2021 18h15

Se você é aluno de Engenharia de Petróleo da Universidade Federal de Alagoas, se liga nessa dica de estágio! A partir de parceria firmada com a Ufal, a empresa Origem Energia oferece vagas para estágio em Maceió, com bolsa de R$ 2 mil, mais vale alimentação no valor de R$600,00 e plano de saúde por um período de um ano. As inscrições podem ser feitas até 10 de agosto e os interessados devem encaminhar cópia do currículo para o e-mail [email protected] .

Para se inscrever, o estudante deve cumprir alguns requisitos: morar em Maceió ou adjacências; ter disponibilidade para estagiar por, pelo menos, um ano; e ter cursado as disciplinas Perfuração, Elevação, Produção e Reservatório. O candidato à vaga também deve ter disponibilidade para fazer viagens, inglês avançado, carteira de habilitação tipo B, além de conhecimento do pacote office e dashboards [excel e Power BI], boa comunicação e organização.

A atuação no estágio será na área de projetos de exploração e produção de petróleo de gás natural no Polo Alagoas. Isso significa dar suporte nas atividades de planejamento, acompanhamento e gerenciamento das operações de transição do Polo Alagoas; organização e análise de dados; auxílio em planejamento e execução de operações; acompanhamento e elaboração de relatórios; estudos e aplicações de otimização da produção; atendimento aos órgãos reguladores e atuação com foco em segurança.

De acordo com a Luna Viana, diretora de operações e sócia-fundadora da Origem Energia, a empresa está trabalhando com a perspectiva de um ano de estágio, período que considera ideal para o estagiário aprender e conhecer os processos da empresa. “Diferentemente de algumas oportunidades de estágio, estamos trabalhando com uma perspectiva de 12 meses [e não de 6 meses] para essa jornada na nossa empresa. Acreditamos que esse é o tempo necessário para quem está estagiando aprender e conhecer bem a companhia. Nossa intenção é buscar na universidade estudantes interessados, com potencial, e preparar excelentes profissionais. Nós entendemos que a aproximação da iniciativa privada com as universidades deve ser valorizada e pode gerar impactos muito positivos”, explicou.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo