ESFAQUEAMENTO! PC esclarece crime e pede prisão de três acusados em Arapiraca

Vítima havia esfaqueado rapaz em um bar, momentos antes de ser morto

A Delegacia de Homicídios de Arapiraca concluiu o inquérito que investigou a morte de Diogo Rocha Rodrigues, assassinado a golpes de faca, em 2 de março deste ano,  na Rua José Afonso de Lima, localizada no bairro Zélia Barbosa, na cidade de Arapiraca.

A vítima, de 23 anos, tinha passagem pela polícia e pelo sistema prisional por roubo de moto, além de um mandado de prisão em aberto.

Segundo as investigações, o jovem assassinado estava bebendo com amigos, quando ocorreu uma discussão e ele acabou esfaqueado. Ele ainda tentou correr, mas caiu, sem vida, próximo à Unidade Básica de Saúde Dr. Edler Lins.

Horas antes de ser morto, Diogo havia esfaqueado um rapaz conhecido como Alexandre, no mesmo bairro, sendo que este sobreviveu.

Depois disso, a Delegacia de Homicídios, através da equipe do delegado Felipe Caldas, começou a trabalhar no caso do assassinato de Diogo, que foi elucidado e teve confirmado que três pessoas haviam participado do crime.

O delegado Felipe Caldas informou que a investigação descobriu que o Diogo  estava  em casa, bebendo com o sobrinho Matheus, e que ali também estavam duas moças  – Tamires, companheira do Diogo, e a  prima da Tamires, de nome Nina. As  duas ficavam indo buscar bebida no Bar do Juca.

Diogo saiu de casa, em determinado momento, e foi ao mesmo bar buscar bebida com seu sobrinho Matheus, e foi ai que um rapaz falou para ele que o homem conhecido como  Alexandre teria dado em cima  da mulher do Diogo, quando ela havia ido anteriormente ao bar. Irritado,  Diogo  acabou esfaqueando Alexandre.

Após este fato, Diogo e Matheus retornaram para casa e voltaram a beber, ocasião em que foi assassinado.

A equipe de investigação conseguiu imagens de câmeras de segurança que filmaram o crime.

O delegado Felipe Caldas revelou que identificou e pediu a prisão preventiva dos três criminosos, que estão foragidos.

A equipe da DHA aproveita para reiterar a importância da população em denunciar pessoas que tenham cometido crimes pelo disque denúncia 181, ou também pelo 3522-3823 da Delegacia de Homicídios de Arapiraca.


Botão Voltar ao topo
Fechar