Equatorial promove concurso entre quadrilhas juninas de Alagoas

Após dois anos sem competições, quadrilheiros comemoram a oportunidade de dançar novamente

A Equatorial Alagoas lançou o ‘Arraiá Energia da Cultura’, com mais uma edição da Batalha de Quadrilhas Juninas, estreada no ano passado. Assim como na primeira edição, este ano, o concurso é virtual e contará com a participação de cinco convidadas. Elas serão avaliadas por um júri técnico e as três finalistas seguiram para votação popular, nas redes sociais da Distribuidora. A votação começou na noite desta sexta-feira (24) e segue até a próxima quinta-feira (30).

A identidade visual do concurso foi assinada pela artista maceioense Yara Pão, e traz elementos que representam Alagoas com elementos históricos e culturais. Na Batalha, o desafio consiste no envio de vídeos coreografados, com duração de até dois minutos. O corpo de jurados é formado pela professora de dança Laudiene Santos, a estilista Nathália Amaral, a discente de Dança na Ufal, Kássia Gomes, a Superintendente de Formação e Difusão Cultural da Secult-AL, Teresa Machado, e o presidente da Equatorial Alagoas, Humberto Soares.

“Essa iniciativa é muito importante para a preservação do manifesto cultural. As quadrilhas conquistaram o povo e adquiriram um significado novo e mais popular. Por ser considerada uma dança folclórica e carregar tradições e costumes, voltar com o tradicional concurso de quadrilhas é muito importante”, afirma Laudiene Santos, jurada da batalha.

Participam do concurso, as  quadrilhas juninas ‘Amanhecer no Sertão’, ‘Dona Dadá’, ‘Flor de Chita’, ‘Luar do Sertão’ e ‘Xodó & Xamego’. Todas são da região metropolitana de Maceió. Os grupos já são tradicionais entre os festivais de quadrilhas do nordeste e colecionam títulos em suas histórias.

Neste ano, a Equatorial Alagoas premiará as três finalistas, além de um incentivo financeiro para todas as participantes. A grande final será disputada em votação popular na perfil oficial no Instagram da Distribuidora, @equatorial.al. A junina com mais comentários na publicação de sua apresentação será a campeã da batalha.

A premiação será presencialmente na próxima sexta-feira (01), no prédio-sede da Equatorial Alagoas, em Maceió. Cada finalista deverá trazer um representante para receber o troféu e serão convidados para uma celebração junto aos colaboradores da empresa.

Para o presidente da Equatorial, “a Batalha de Quadrilha Junina é uma forma de valorizar essa manifestação popular que se destaca nessa época do ano. E para a Equatorial é um prazer poder contribuir com o fortalecimento da cultura de Alagoas dando visibilidade aos grupos que participam da Batalha”.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Alagoas

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo