Equatorial Alagoas apoia projeto de eficiência energética na Ufal e construção de miniusina fotovoltaica

Ação também prevê a substituição de equipamentos para reduzir consumo de energia

Obra que irá beneficiar estudantes e pesquisadores conta com um investimento de mais de R$ 1 milhão

Dando continuidade aos projetos voltados para iniciativas de eficiência energética, a Equatorial Energia Alagoas está construindo uma miniusina fotovoltaica, sala de reuniões, estudos, eletrocentro e almoxarifado na Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A obra que irá beneficiar estudantes e pesquisadores, conta com um investimento de mais de R$ 1 milhão e está prevista para ser concluída em setembro deste ano.

Denominado “Eficiência Energética e Minigeração na Universidade Federal de Alagoas” o projeto também faz parte do Programa de Eficiência Energética da Equatorial (PEE) da Equatorial, chancelado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). O intuito de criar este importante espaço na universidade para o desenvolvimento de pesquisas, aulas práticas e visitas técnicas, e contribuir na formação de profissionais na área de energia solar fotovoltaica e na disseminação desta tecnologia.

Benefícios

Além da redução dos gastos com energia elétrica por meio da mini geração solar própria de energia fotovoltaica de 126 kWp conectada à rede elétrica da distribuidora, a obra contempla 360 painéis solares fotovoltaicos de 350 Wp, com uma quantidade de energia a ser gerada em torno de 677,88 kWh/dia, totalizando uma média mensal de 20.336,40 kWh/mês. A ação também prevê a substituição 1.520 lâmpadas ineficientes por lâmpadas com a tecnologia de LED da biblioteca central.

O projeto também oferece treinamentos e capacitações voltadas para os funcionários da instituição de ensino, para formar agentes multiplicadores de boas práticas que irão colaborar com a redução do desperdício de energia elétrica dentro da universidade.

“A Equatorial Alagoas se sensibilizou com a situação e demonstrou interesse em participar do Projeto Piloto e Prioritário tendo como beneficiária a Ufal, que tem uma despesa mensal com energia elétrica em torno de R$ 460 mil. As despesas com energia elétrica são um dos principais itens de custeio em várias instituições públicas e uma parte considerável desses gastos poderia ser evitada por meio de ações como essa e estamos felizes por essa parceria”, reforça o líder de Operações PEE Gerência Corporativa de Digital e Inovação da Equatorial Alagoas, Edmilson Santos.

Segundo o coordenador do projeto e professor do curso de Engenharia de Energia da universidade, Márcio Cavalcante, as atividades do projeto também tem proporcionado oportunidades de bolsas de pesquisa e aquisição de equipamentos para professores e estudantes de três cursos de graduação e dois cursos de pós graduação da Ufal, sendo eles os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Computação e Engenharia de Energia e os cursos de pós graduação em Modelagem Computacional de Conhecimento e Informática

“Trata-se de uma oportunidade ímpar para ambas as instituições, Ufal e Equatorial Alagoas, pois tem fomentado um ambiente de pesquisa importante para professores e estudantes da Ufal, e ao mesmo tempo gerado conhecimento e dados relevantes para a distribuidora nas áreas de Eficiência Energética e de Energia Solar Fotovoltaica”, comemora o coordenador.

Assessoria de Imprensa da Equatorial Energia

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo