Empresário francês denuncia crime de Prefeitura com sua Pousada em Alagoas

Por Edmilson Teixeira

O empresário francês Christian Philippe está desesperado com a péssima receptividade que tem recebido por parte da Prefeitura de Porto de Pedras. É que segundo ele, o órgão público sem a sua divida autorização, criminosamente perfurou um poço artesiano em seu terreno, na área em que se encontra a badalada Pousada do Patacho, a fim de garantir água para lavar  carros que ficam numa garagem do município, recém-construída, às margens de uma estrada que foi aberta há poucos dias.

“Eu não autorizei a construção desse poço; e há mais de 10 dias venho lutando para resolver essa questão junto a alguns assessores do prefeito Henrique Vilela, mas nada de concreto. Pelo contrário, a bronca agora recaiu para a minha Pousada, visto que o caminhão que coleta o lixo na região, foi proibido de adentrar no meu estabelecimento; tudo porque estou exigindo o fechamento do poço”, disse revoltado o empresário, sobretudo depois de sofrer sucessivas humilhações por parte de alguns assessores, que adotaram uma estratégia para distanciá-lo do contato com o prefeito. “Os caras me negaram até repassar o número do telefone do prefeito. É um absurdo!”

Christian Philippe afirmou que sua Pousada é a pioneira no município. Foi  instalada há dez anos e que hoje gera mais de 20 empregos. E que para orgulho de todos; diz, a  Pousada adquiriu por meio revistas especializadas; tanto do Brasil como internacional, o grau de uma das mais aconchegantes do Nordeste.

“O prefeito Henrique Vilela nunca veio conversar comigo sobre meus planos de trabalho. Isso nos deixa muito triste e bastante desvalorizado; porque não sabe ele a importância que  representa um cidadão do meu porte, para um município que ainda engatinha para receber empreendedores fortes do ramo turístico” completou.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *