Em noite especial, Governo do Estado premia instituições com Selo Ressocializador


O sucesso das políticas ressocializadoras desenvolvidas pelo Governo do Estado foi celebrado na noite dessa terça-feira (4), no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso, na cerimônia de entrega do Selo Ressocializador. A premiação consagrou parceiros da Secretaria da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) que, através de convênios, empregam mão de obra dos egressos do sistema prisional.

Em Alagoas, mais de 700 reeducandos dos regimes semiaberto e aberto aproveitam as oportunidades de construir um futuro digno por meio do trabalho. Ao todo, 37 órgãos estaduais e empresas privadas mantêm convênios com o setor de Reintegração Social da Seris para empregar os apenados.

Para celebrar o sucesso dos convênios, órgãos estaduais e empresas privadas, além de personalidades que contribuem com a reinserção social por meio do trabalho foram contemplados com o Selo Ressocializador. A edição deste ano contou ainda com a premiação dos servidores e agentes penitenciários da Secretaria de Ressocialização e Inclusão Social.

O secretário de Estado da Saúde, Christian Teixeira, destacou a união do Estado para efetivar políticas públicas. “Essa noite demonstra que o Governo é um só. Ao invés de construir muros, construímos pontes. O trabalho que a Seris faz oferece à população carcerária a oportunidade de sair pela frente do presídio e mostrar à sociedade que os reeducandos estão preparados para enfrentar o mercado de trabalho de forma digna”, salientou o gestor.

Ressocialização e órgãos parceiros efetivam a reintegração social por meio do trabalho (Fotos: Jorge Santos)

O titular da Seris, coronel PM Marcos Sérgio de Freitas, reiterou a importância do evento. “Consagramos as parcerias firmadas ao longo do ano e reafirmamos o compromisso com os antigos parceiros. É um momento muito especial, pois é a coroação de um trabalho constante realizado pela Seris e o Governo do Estado. Agradecemos pela oportunidade que os parceiros propiciam aos egressos”, comentou Freitas.

O secretário enalteceu ainda o trabalho da equipe da Seris. “A chefe de Reintegração Social, agente penitenciária Shirley Araújo, e toda a sua equipe têm o trabalho de captar no mercado de trabalho oportunidades para as pessoas que possuem um atavismo por já terem passado ou estarem sobre a custódia da Seris. Mas, com oportunidade, fazermos a diferença. Prova disso é a taxa de reincidência criminal inferior a 2% entre os conveniados”, finalizou.

Consciência social

O Selo Ressocializador é uma premiação destinada a instituições públicas e privadas, criada através do decreto nº 20.787, publicado no Diário Oficial de Alagoas em 27 de junho de 2012. O Selo é uma forma de reconhecer o trabalho em prol da ressocialização, reafirmando o compromisso do Governo do Estado com a sociedade.

Interiorização

Além dos serviços desenvolvidos em órgãos e empresas da capital, os egressos também ganham oportunidade no interior graças às vagas criadas nos municípios de Arapiraca, Batalha, Delmiro Gouveia, Jaramataia, Jacaré dos Homens, Major Isidoro, Maribondo, Palmeira dos Índios, Penedo, Piranhas, Porto Calvo, Santana do Ipanema, São Miguel dos Campos, União dos Palmares e Viçosa.

Ascom – 05/12/2018