Em AL: evento internacional de tecnologia ambiental discute mercado sustentável


Durante evento, secretário Fábio Fabio destacou trabalho de Alagoas ao lembrar encerramento de lixões

Representando o governador Renan Filho no even Fábio Farias destacou que o Estado é um exemplo para o Brasil na questão do tratamento dos resíduos sólidosRepresentando o governador Renan Filho no even Fábio Farias destacou que o Estado é um exemplo para o Brasil na questão do tratamento dos resíduos sólidosFoto: Thiago Sampaio

Texto de Wellington Santos

O secretário do Gabinete Civil, Fábio Farias, participou, nesta quinta-feira (13), da abertura do I Encontro Tecnológico Ambiental Mercantil Internacional de Alagoas. Representando o governador Renan Filho no evento, que ocorre até esta sexta-feira (14), no auditório da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), Fábio Farias destacou que o Estado é um exemplo para o Brasil na questão do tratamento dos resíduos sólidos.

“Nós estamos presentes com o IMA, Fapeal, Casal e outros técnicos do Estado neste evento importantíssimo para que se troquem ideias e tecnologias. O Estado tem um cuidado todo especial, em assuntos como o reuso da águas, dessalinização e a questão do tratamento dos resíduos sólidos, onde Alagoas é um exemplo para o Brasil ao eliminar todos os lixões, quando assumimos o governo em 2015. Foi um passo significativo para a melhoria do meio ambiente”, destacou Farias.

Thiago Sampaio

De acordo com o secretário, eram vários lixões a céu aberto que foram fechados, ao lembrar o trabalho da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), tornando Alagoas o 3º do país e o 1º do Nordeste a finalizar essas áreas, graças à ação junto às prefeituras com a conscientização e colocando em prática a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

Ele lembrou ainda que, até aquele momento, apenas Maceió vinha destinando corretamente os resíduos sólidos. Esse descarte regular para o aterro havia sido iniciado em 2010. O secretário ressaltou a importância dos planos Estadual de Resíduos Sólidos (PERS) e Intermunicipais de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos (PIGIRS) que auxiliaram para o sucesso do estado.

O evento, que também conta com a parceria do Consulado Brasil-Alemanha e representantes do Estado Alemão Baden-Württemberg, traz informações, conhecimentos e experiências; possibilitando ser uma plataforma para troca de ideias e inovações, gerando oportunidades de negócios e networking, com a presença de especialistas nacionais e internacionais, representantes do governo, de instituições de classe, de indústrias e empresas.

Thiago Sampaio

O presidente da Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), empresário José Carlos Lyra de Andrade, fez a abertura, ressaltando a importância do evento para as indústrias alagoanas. “É um evento que estreita as relações da Alemanha com o Estado de Alagoas e o Nordeste, em especial no que diz respeito às tecnologias ambientais de vários segmentos”, disse Lyra.

Programação

O encontro terá quatro painéis: Dessalinização e Reuso da Água; Tratamento de Águas e Efluentes; Energias Renováveis; e Tratamento de Resíduos Sólidos.

 

Ainda na abertura do 1º Encontro Tecnológico Ambiental de Alagoas, o professor-doutor da Universidade de Stuttgart Uwe Menzel discorreu sobre a gestão de águas residuais industriais no Brasil, um projeto com o estado de Baden-Württemberg.

Um dos maiores especialistas em dessalinização do mundo, Claus Mertes, engenheiro e diretor executivo do Instituto de Dessalinização da Alemanha, apresentará um panorama sobre a dessalinização no planeta, bem como novas tecnologias na área e uma visão global do mercado.

Já a empresária Simone Horvatin, fundadora da Supply goGreen Technologies for a Green World e organizadora do evento, vai apresentar tecnologias ambientais de empresas europeias que buscam o mercado brasileiro, em especial, a tecnologia para limpeza a vapor e sustentável para tanques industriais e caminhões silo da fabricante holandesa Groninger.