ELEIÇÕES 2020: MP Eleitoral acompanha apresentação de drones contra a corrupção eleitoral pela Polícia Federal em Alagoas

Compra de votos e transporte irregular de eleitores estão entre os principais crimes na mira dos drones

Na manhã desta terça-feira (27), o Ministério Público Eleitoral – representado pela procuradora Regional Eleitoral Raquel Teixeira – acompanhou a apresentação do uso de drones pela Polícia Federal para coibir a corrupção eleitoral durante as eleições municipais deste ano de 2020.

Na sede da Superintendência da Polícia Federal em Alagoas, agentes e delegados apresentaram às autoridades do MP Eleitoral e do Tribunal Regional Eleitoral e à imprensa exemplares de drones e de ações que poderão ser captadas e interceptadas por meio do uso da tecnologia de drones, com imagens aéreas de alta resolução. Tais imagens auxiliarão, principalmente, no combate à compra de votos e ao transporte irregular de eleitores.

Raquel Teixeira comentou o avanço conquistado pela PF com o uso de equipamentos de última geração nas eleições. “Este ano os corruptos que compram votos terão mais um inimigo para enfrentar. A PF estará atenta, em todos os municípios, para coibir o abuso do poder econômico com a compra de votos. Toda ajuda para manter a lisura do processo eleitoral é bem vinda”.

O Ministério Público Eleitoral atua para garantir o equilíbrio entre os candidatos e proteger a democracia. Para a procuradora Regional Eleitoral, o cidadão ainda é a maior arma no combate à corrupção eleitoral. “Continuamos contando com as denúncias de compra/venda de votos para flagrarmos e processarmos os criminosos que exploram a pobreza crônica em nosso estado com o intuito de se elegerem e depois se beneficiarem do mandato, dando às costas à população”.




Botão Voltar ao topo