Educação inicia programa que capacita jovens e adultos para ingressar no mercado de trabalho

Capacitar os alunos do ensino de Jovens e Adultos (EJA) para que conquistem uma vaga no mercado de trabalho. É esse o objetivo do mais novo programa da Secretaria de Estado da Educação (Seduc) de Alagoas, o Educação Para o Emprego, lançado na manhã desta segunda-feira (06), em evento no Hotel Maceió Atlantic Suits, na capital alagoana. Quarenta e cinco professores contratados estão sendo capacitados durante os próximos quinze dias para atuar no programa que já beneficiará milhares de estudantes a partir de janeiro do próximo ano.

Para o secretário executivo de Educação, José Márcio Augusto de Oliveira, o programa é um complemento do Vem Que Dá Tempo, encerrando o ciclo de atuação da educação para o aluno do ensino de jovens e adultos (EJA), atuando desde a retomada dos estudos até a conquista da vaga de emprego no mercado de trabalho.

“Essa é uma iniciativa que aproxima a nossa estrutura de ensino e proposta pedagógica ao mercado de trabalho. Sob a liderança do secretário Rafael Brito, que já ocupou a pasta do trabalho no Estado, nós queremos trazer de uma maneira prática e objetiva esses conhecimentos aos alunos, para que eles conquistem novas oportunidades de emprego o quanto antes. É um complemento do nosso Vem Que Dá Tempo, que identifica jovens e adultos que não concluíram os estudos e traz essas pessoas de volta à escola. Juntos, eles fecham o ciclo, estaremos trazendo de volta aos estudos e ajudando a gerar renda, dando mais dignidade à vida de milhares de alagoanos”, ressaltou José Márcio, no ato de abertura do evento.

Os quarenta e cinco agentes multiplicadores estão sendo capacitados por meio de material específico do programa e de todos os temas de orientação. Esses profissionais são de todo o estado e atuarão nas onze cidades polo de ensino que são Maceió, Arapiraca, Pão de Açúcar, Piranhas, Penedo, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema, Porto Calvo, São Miguel dos Campos, União dos Palmares e Viçosa.

Um desses agentes multiplicadores é Catiane Soares, de Arapiraca, na região Agreste do estado, que atua na área de gestão de pessoas e recursos humanos. “Para mim ser agente multiplicador é transformar realidades, proporcionando conhecimento e capacitando o aluno a ser um profissional. Creio que esse programa vai transformar a realidade de muita gente em todo estado”, pontua.

O cronograma de trabalho dos agentes contempla 10 temas de orientação e reorientação de carreira, incluindo questões como desenvolvimento de currículo, técnicas de procura de emprego, planejamento financeiro, empreendedorismo, entre outros, proporcionando aos estudantes a reintegração social e melhoria de renda e, consequentemente, de qualidade de vida. As aulas do programa acontecerão no contraturno da grade curricular base e irão compor todo o ano letivo de 2022 do Ensino de Jovens (EJA), de janeiro a dezembro do próximo ano.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo