Educação ambiental: Desenvolvimento Sustentável orienta população no Vergel do Lago

Em mais uma ação do projeto “Eu Amo a Lagoa”, nesta terça-feira (18), Superintendência Municipal de Desenvolvimento Sustentável (Sudes) enviou suas equipes para o Vergel do Lago. No local, foram realizadas atividades de conscientização a respeito de uma prática muito comum na região: o descarte irregular. A atividade de educação ambiental irá atender o bairro até quarta-feira (19) e irá beneficiar mais de 1.500 pessoas.

Em parceria com os jovens aprendizes da Naturalle, empresa responsável pela coleta domiciliar na parte baixa da cidade, servidores da Prefeitura de Maceió percorreram a orla lagunar abordando e orientando as pessoas sobre os equipamentos disponibilizados para o descarte correto e sobre os dias e horários em que a coleta domiciliar atende a localidade.


Moradores são orientados para que mantenham a região limpa. Foto: Ascom Sudes
Moradores são orientados para que mantenham a região limpa. Foto: Ascom Sudes

Para facilitar o processo de reciclagem e contar com a contribuição do cidadão nesse compromisso, a Sudes possui um Ponto de Entrega Voluntária (PEV) na área. Além disso, existe um Ecoponto no Dique Estrada, que funciona diariamente e recebe resíduos da construção civil, restos de podas de árvores e móveis inservíveis, resíduos mais encontrados em pontos de lixo da região.

Para Kedyna Tavares, diretora de Planejamento e Serviços Especiais da Sudes, o trabalho tem o objetivo de preservar um local tão rico de fauna e flora.

“Viemos para a orla lagunar orientar os moradores e transeuntes da localidade para que cuidem mais de onde vivem. Este é um lugar rico, além de muito bonito, mas pouco preservado pela população. É necessário ter cuidado com o resíduo gerado. Se as pessoas descartam corretamente, as crianças são beneficiadas com mais locais para brincar, por exemplo. Cuidar do lixo é cuidar da saúde”, afirmou.

Outros serviços

A Superintendência tem realizado, desde o última dia 6, a limpeza da orla lagunar. Já são mais de 500 toneladas, provenientes do descarte irregular, de resíduos retiradas da região. Ademais, o órgão tem realizado a poda das árvores dos canteiros do bairro, evitando acidentes com carros e pedestres que circulam no local.

Jornal Rede Repórter - Click e confira!




Botão Voltar ao topo