ECONOMIA: Poupança tem melhor resultado da história impulsionada por auxílio

De acordo com o Banco Central, o valor dos depósitos somou R$ 235 bilhões, enquanto os saques chegaram R$ 197 bilhões. As operações foram realizadas entre os dias 4 e 29 do último mês

Termina nesta sexta prazo para pagamento da 1ª parcela do 13º vUSP Imagens

Dados divulgados nesta quinta-feira (4) pelo Banco Central revelam que as aplicações na caderneta de poupança, durante o mês de maio, superaram as retiradas em mais de R$ 37 bilhões. Este foi o melhor resultado da aplicação financeira, por mês, desde 1955, quando iniciou a série histórica.

De acordo com o Banco Central, o valor dos depósitos somou R$ 235 bilhões, enquanto os saques chegaram R$ 197 bilhões. As operações foram realizadas entre os dias 4 e 29 do último mês.

Os desempenhos positivos podem estar relacionados à liberação do auxílio emergencial de R$ 600, uma vez que a Caixa disponibiliza parte dos recursos diretamente em uma conta-poupança de quem vai receber o benefício. O número de poupanças digitais abertas pelo banco pode ter chegado a 40 milhões.

Atualmente, as aplicações na poupança rendem 70% da taxa básica de juros, com a Selic em 3%. Isso significa que a rentabilidade ao ano é de aproximadamente 2%, percentual bem inferior a outras aplicações de renda fixa.




Botão Voltar ao topo